PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Homem é preso após furtar ônibus do BRT e dirigir por 40 minutos no Rio

Homem rouba BRT no Terminal Alvorada, no Rio de Janeiro - Jotta Silva/GuaratibaWebTV/Facebook
Homem rouba BRT no Terminal Alvorada, no Rio de Janeiro Imagem: Jotta Silva/GuaratibaWebTV/Facebook

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio

21/03/2019 10h44

Um homem foi preso em flagrante, na madrugada de hoje, após furtar e assumir a direção de um ônibus articulado do BRT [veículos que circulam por faixas exclusivas] no terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio.

A Polícia Militar foi acionada pelo Centro de Controle Operacional do BRT. Identificado como Edson Ferrentino, o homem dirigiu o veículo por cerca de 40 minutos até ser interceptado pela polícia.

De acordo com a PM, um cerco foi montado na avenida Dom João 6º, na altura da estação do BRT Mato Alto, em Guaratiba, para interceptar o veículo que estava na pista sentido Santa Cruz -- ou seja, quase 30 km do local onde o veículo foi furtado.

De acordo com a polícia, Ferrentino disse que avistou o coletivo ligado, com as portas abertas e com a chave na ignição.

Ele então saiu com o veículo do terminal, que funciona como uma rodoviária por onde todos os ônibus do corredor Transoeste passam.

Ferrentino foi levado para a Delegacia de Guaratiba onde prestou depoimento e foi liberado. Aos policiais, ele mencionou que tinha o sonho de dirigir um ônibus articulado.

O homem foi autuado pelo crime de furto de coletivo. O UOL não conseguiu contato com a defesa dele.

Homem invadiu área restrita, diz consórcio

Em nota, o consórcio responsável pelo BRT disse que o ônibus estava no pátio de manobras aguardando para entrar em operação quando, por volta das 4h, o responsável pela manobra foi deslocado para uma demanda operacional mais urgente.

Nesse momento, um homem invadiu a área restrita do terminal e saiu com o articulado.

"Imediatamente, o Centro de Controle Operacional acionou a PM e manteve monitoramento sobre veículo em apoio à atuação dos policiais.

O consórcio enfatizou ainda que o "terminal Alvorada é monitorado por câmeras e controladores de plataforma, que seguiram os protocolos de segurança. A equipe técnica de segurança da intervenção está revisando os protocolos de segurança dos terminais para melhoria no monitoramento e guarda dos veículos."

Cotidiano