Topo

Sabe o áudio com xingamentos contra "Seu Armando"? É uma brincadeira

Leandro Menezes é a voz por trás do áudio do "Seu Armando" - Arquivo pessoal
Leandro Menezes é a voz por trás do áudio do "Seu Armando" Imagem: Arquivo pessoal

Mirthyani Bezerra

Do UOL, em São Paulo

10/04/2019 15h43

Se você estava ligado nas redes sociais ontem certamente se deparou com um áudio em que um suposto trabalhador xinga o patrão, que seria um português identificado como "Seu Armando", por ter sido cobrado a sair no meio do temporal de Belford Roxo, na região metropolitana do Rio, e comparecer ao trabalho no bairro do Botafogo, na zona sul da capital fluminense.

Nas redes sociais, as pessoas se solidarizaram com o trabalhador e também passaram a xingar o tal "Seu Armando". O áudio foi tão compartilhado que a hashtag #SeuArmando chegou a entrar no trend topics do Twitter no Brasil. Ontem, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), havia pedido para que as pessoas evitassem sair de casa após o Rio ser arrasado por um forte temporal que causou 10 mortes. Mas nem o patrão nem o empregado do áudio existem de fato.

O áudio é uma brincadeira do autônomo Leandro Menezes, 38, que junto com o educador físico Bruno Castanha, 35, e com a estudante de psicologia Thaís Ribeiro, 33, mantém um canal recém-criado de humor no YouTube, chamado Ninja O Sincero. O canal tem cinco vídeos com áudios engraçados em que comenta resultados de futebol dos times cariocas.

O áudio tem um minuto e 18 segundos de duração e é carregado de palavrões. Nele, Menezes simula ser um trabalhador que está tirando satisfação com o patrão por ter sido chamado de preguiçoso no grupo de WhatsApp da empresa por não ter chegado ao trabalho por "medo de tomar chuvinha".

O trabalhador manda "Seu Armando" tomar "naquele lugar" e desabafa. Se você ainda não ouviu o áudio, segue abaixo:

Menezes contou ao UOL que a ideia do áudio surgiu ontem pela manhã quando ele saiu de casa para jogar o lixo fora e viu uma mulher com um guarda-chuva quase quebrado falando ao telefone com alguém que parecia ser o chefe dela.

"Fui jogar o lixo fora e tinha uma mulher explicando para o patrão que estava chovendo muito e o patrão não estava querendo acreditar. Isso me revoltou", contou.

O caso não aconteceu em Belford Roxo. Os idealizadores do vídeo não quiseram informar onde moram. "Falei Belford [Roxo] para dizer que era longe, com difícil acesso, ruas alagadas", explicou.

Leandro Menezes, Bruno Castanha e Thaís Ribeiro tomam conta do canal Ninja O Sincero, que publicou o áudio originalmente - Arquivo pessoal
Leandro Menezes, Bruno Castanha e Thaís Ribeiro tomam conta do canal Ninja O Sincero, que publicou o áudio originalmente
Imagem: Arquivo pessoal

Menezes disse ainda que o "estalo" de fazer o áudio veio "na hora". Ele contou que hoje "se vira nos 30" vendendo água sanitária, cloro, cerveja para se sustentar, mas que já trabalhou de carteira assinada e passou por situações como a descrita no áudio.

"Eles [patrões] não acreditam, querem porque querem que o trabalhador passe por debaixo de água, fogo, para chegar no trabalho", disse.

"Botei no áudio uma raiva que todo trabalhador já sentiu. O nome 'Seu Armando' veio na cabeça e fui falando. O pensamento veio de um jeito que como esses caras que fazem composição [musical] na hora", explicou.

A repercussão

Castanha é vizinho de Menezes e contou que o vídeo colocado no canal por volta do meio-dia de ontem. "Coloquei no canal e alguém viu, gravou o áudio e começou a passar nos grupos de WhatsApp. Eu recebi o áudio, sem o vídeo."

Castanha disse ainda que o local de trabalho também não existe. "Falaram que era uma padaria e nem essa informação tem no áudio. Não tem essa padaria. Teve gente dizendo até que ela ficava na [rua] Voluntários da Pátria [no Botafogo, zona sul]", afirmou.

O vizinho de Menezes disse ainda que já no fim da tarde o áudio tinha viralizado, mas que todos ficaram surpresos com a proporção dele.

"Criaram outros vídeos em cima dele, com cenas de comunismo, uma versão de funk com a voz dele. A gente que deixar registrado que não compactua com nada disso. Não tem lado político, nossa ideia é só fazer humor", afirmou.

Neta, avó e taxista ficam soterrados após chuva no RJ

Band Notí­cias

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Cotidiano