Topo

Pastor casado com deputada federal é morto a tiros em Niterói (RJ)

Pastor Anderson Carmo foi assassinado em sua casa, em Niterói, com vários tiros - Reprodução
Pastor Anderson Carmo foi assassinado em sua casa, em Niterói, com vários tiros Imagem: Reprodução

Gabriel Sabóia

Do UOL, no Rio

16/06/2019 10h31

Anderson do Carmo, marido da deputada federal e cantora gospel Flordelis (PSD-RJ), foi assassinado a tiros na garagem de casa, na madrugada deste domingo, em Pendotiba, Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro.

A deputada estava com o marido no momento do crime. Eles haviam acabado de chegar em casa de carro, por volta das 4h, quando Anderson foi morto. Por meio de sua assessora, Flordelis fez um pronunciamento em sua página oficial no Facebook.

A DHNSG (Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo) realizou perícia no local na manhã de hoje para buscar pistas que possam levar aos autores do crime.

De acordo com familiares da deputada, o casal voltava de uma confraternização quando a deputada percebeu que o veículo dirigido por Anderson estava sendo perseguido por duas motos.

Quando já haviam chegado em casa, a vítima disse que voltaria à garagem para buscar algo que havia esquecido no carro. Momentos depois, tiros foram ouvidos e Anderson foi encontrado ferido. Ele chegou a ser hospitalizado, mas não resistiu aos ferimentos.

Damares e Witzel lamentam a morte

Anderson era pastor evangélico e amigo da ministra de Estado da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves. No Twitter, ela lamentou a morte.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), afirmou em seu Twitter que "o crime será investigado com rigor".

História de Flordelis virou filme em 2009

UOL Cinema

Mais Cotidiano