PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Polícia apreende seis suspeitos por estupro e morte de jovem no MS

Local onde o corpo de Carolaine Espíndola foi encontrado em uma reserva no MS - Divulgação/Polícia Civil
Local onde o corpo de Carolaine Espíndola foi encontrado em uma reserva no MS Imagem: Divulgação/Polícia Civil

Rafael Ribeiro

Colaboração para o UOL, em Campo Grande (MS)

02/09/2019 10h50

Seis adolescentes foram apreendidos por suspeita de terem participado de estupro coletivo e do assassinato de Carolaine Espíndola, 22, cujo corpo foi encontrado na manhã de domingo (1º) em um canavial na Aldeia Bororó, Reserva Indígena de Dourados (MS).

À polícia, familiares contaram que a jovem saiu de casa na noite de sábado (31) e não foi vista desde então. A jovem foi encontrada nua e suas roupas foram localizadas longe de onde o corpo estava.

No final de semana, seis adolescentes com idades entre 12, 14, 15, e 17 anos suspeitos de envolvimento no caso foram identificados e apreendidos.

Segundo a apuração preliminar da polícia, a vítima teria sido convidada por uma adolescente de 13 anos para participar de uma festa na região, onde também estavam os infratores.

Durante a festa, o grupo teria tentado se aproximar das duas jovens, mas elas negaram a abordagem. Foi quando houve a tentativa de estupro. A adolescente de 13 anos conseguiu escapar do grupo, mas Carolaine foi arrastada até o canavial, onde foi estuprada mais de uma vez e morta.

Os adolescentes passaram pela Vara da Infância e Juventude na manhã de hoje e foram encaminhados para a Unei (Unidade Educacional de Internação) de Dourados. A polícia não descarta a participação de mais pessoas no crime.

Cotidiano