Topo

"Cena não sai da cabeça", diz testemunha de acidente que matou estudante

FÁBIO VIEIRA/FOTORUA/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: FÁBIO VIEIRA/FOTORUA/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

14/11/2019 11h04Atualizada em 14/11/2019 22h59

O estudante Thiago Nery, de 18 anos, morreu ontem ao ser atingido pelo desabamento de uma marquise na rua Bela Cintra, região central de São Paulo. O acidente feriu outro jovem e uma testemunha lamentou: "É uma cena que não sai da cabeça".

Nery, estudante do terceiro ano do Colégio Santa Cruz, em Alto de Pinheiros, conversava com um amigo, João Tess Portugal, na calçada do prédio.

Segundo boletim médico, João teve escoriações leves, fraturas nas costas, - sem necessidade de intervenção cirúrgica - e também no tornozelo esquerdo. Para este último problema, ele passou por cirurgia na madrugada e passará por outro procedimento no começo da próxima semana. João está na UTI.

Germana da Silva, que testemunhou o ocorrido, descreveu, à TV Globo: "Até agora, a cena do negócio caindo em cima deles não sai da cabeça. Do nada, despencou em cima deles, não deu tempo de correr, nem nada. Os bombeiros chegaram em cinco minutos, atenderam rápido e infelizmente só conseguiram salvar um."

Segundo o coordenador da Defesa Civil, o prédio tinha cerca de 40 anos desde sua construção e a marquise tinha 15 metros de extensão. "A marquise estava um pouco prejudicada, tinha um pouco de infiltrações e mantas de manutenções antigas", afirmou Marcos Santana, à emissora.

Tio de João, Sérgio Bianco contou que era aniversário do sobrinho. "Ele estava chegando da aula para tomar um banho e ir para a casa dos avós para o jantar de aniversário e aconteceu... Infelizmente o amigo não resistiu, e ele está passando bem. Ele ficou preso, os bombeiros é que levantaram e tiraram ele".

Jovem morre após desabamento de marquise em São Paulo

Band Notí­cias

Cotidiano