PUBLICIDADE
Topo

No mesmo dia de Paraisópolis, PM matou suspeito em baile funk em Heliópolis

Luis Adorno

Do UOL, em São Paulo

04/12/2019 13h30

A Polícia Militar de São Paulo matou um suspeito em um baile funk na favela de Heliópolis, zona sul, na madrugada de domingo (1º), mesmo dia em que nove pessoas morreram pisoteadas em um baile em Paraisópolis após ação policial.

Segundo a Polícia Civil, um vídeo que circulou na internet mostrando a agressão de PMs a moradores de Paraisópolis foi, na verdade, gravado em Heliópolis. De acordo com relato da Polícia Civil à reportagem, as ações da polícia nas duas favelas guardam semelhanças.

Os PMs envolvidos na ocorrência de Heliópolis afirmaram em depoimento que participavam da Operação Anchieta, que acompanhava um grupo de ciclistas, quando foram acionados para dar apoio a viaturas que perseguiam um suspeito em uma moto.

Segundo o relato, assim como aconteceu em Paraisópolis, no outro lado da zona sul, o motoqueiro entrou na favela de Heliópolis e foi em direção a uma viela onde ocorria um baile funk famoso na região.

Quando os policiais se aproximaram da aglomeração de pessoas, foram recebidos com garrafadas e pedradas. Foi preciso dispersar a multidão que ali estava fazendo uso de munição química e de balas de borracha, segundo a PM.

Ainda de acordo com a versão policial, neste momento, um homem com uma arma em punho teria atirado contra os PMs na rua do Pacificador. Na suposta troca de tiros, o suspeio foi baleado, socorrido e levado ao Hospital Heliópolis, onde morreu.

O caso foi registrado como resistência, posse ou porte de arma de fogo de uso restrito e homicídio simples consumado, a morte decorrente de intervenção policial.

Ainda segundo a polícia, um vídeo que circulou na internet e que foi atribuído à ação policial em Paraisópolis foi na verdade gravado em Heliópolis.

As imagens indicam que os policiais agrediram moradores da comunidade e encurralaram os frequentadores do baile em uma viela, o que poderia resultar em pisoteamento, como ocorreu em Paraisópolis na mesma madrugada.

Heliópolis é considerada uma das maiores comunidades da capital paulista, com cerca de 100 mil moradores em 14 glebas no distrito de Sacomã.

Cotidiano