PUBLICIDADE
Topo

Polícia Civil de SP apreende cigarros eletrônicos proibidos no país

Cigarros eletrônicos proibidos no Brasil foram apreendidos pela Polícia Civil de São Paulo - Divulgação/Deic/Polícia Civil
Cigarros eletrônicos proibidos no Brasil foram apreendidos pela Polícia Civil de São Paulo Imagem: Divulgação/Deic/Polícia Civil

Do UOL, em São Paulo

16/01/2020 17h30Atualizada em 16/01/2020 18h36

A Polícia Civil de São Paulo apreendeu, na tarde de hoje, diversos cigarros eletrônicos proibidos no país. Duas pessoas foram detidas durante a ação, realizada por agentes do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) e coordenada pela 1ª Delegacia DIG (Antipirataria). Segundo o delegado Wagner Carrasco, foram quase 500 itens apreendidos.

O comércio de cigarros eletrônicos não é permitido no Brasil desde 2009. Segundo o Deic, a operação foi realizada em conjunto com escritórios de advocacia representantes de marcas que tentam manter ilegal a comercialização dos produtos.

A operação foi realizada na região central de São Paulo. Duas pessoas, responsáveis pelo estabelecimento onde foram encontrados os cigarros, foram autuadas em flagrante. Foi concedido a elas a possibilidade de pagamento de fiança, ainda segundo a polícia.

Todos os produtos apreendidos foram submetidos à perícia.

Segundo a Anvisa, a proibição da comercialização, importação e propaganda de "quaisquer dispositivos eletrônicos para fumar" se dá pela "falta de evidências científicas sobre a segurança desses produtos", conforme atestado pelo órgão em 2016 em estudo feito em parceria com o Ministério da Saúde, o INCA (Instituto Nacional do Câncer) e a OPAS (Organização Panamericana de Saúde).

Ouça o podcast Ficha Criminal com as histórias dos criminosos que marcaram época no Brasil.

Este e outros podcasts do UOL estão disponíveis no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Cotidiano