PUBLICIDADE
Topo

Shoppings de SP mudam horário de funcionamento por conta do coronavírus

Morumbi Shopping, em São Paulo - Divulgação / Multiplan
Morumbi Shopping, em São Paulo Imagem: Divulgação / Multiplan

Do UOL, em São Paulo

17/03/2020 13h09Atualizada em 19/03/2020 10h48

Com a cidade de São Paulo em estado de emergência por conta da pandemia do coronavírus, os shoppings da capital paulista começaram a adotar medidas preventivas, como a redução do horário de funcionamento. Entre eles estão o JK Iguatemi, na Vila Olímpia; Iguatemi São Paulo, no Jardim Paulistano; Shopping Ibirapuera; Cidade Jardim, que fica localizado no bairro de mesmo nome; entre outros. O mesmo está sendo feito em centros comerciais do interior e de outros estados.

Para minimizar os riscos de disseminação do vírus, os shoppings JK Iguatemi e o Iguatemi São Paulo funcionarão de segunda a sábado, das 12h às 20h. Aos domingos, as lojas abrirão das 14h às 20h e os restaurantes das 12h às 20h. "Essa é uma medida responsável de cuidado e respeito com o próximo, que faz parte das ações de mitigação dos possíveis impactos da covid-19 e está de acordo com os protocolos de segurança recomendados pelas autoridades da Saúde", informou a administradora em comunicado. O Shopping Ibirapuera seguirá as mesmas recomendações.

Já no shopping Cidade Jardim foram suspensas as atividades do spa e da academia Reebok, além de adotar um novo horário de funcionamento. As farmácias do complexo funcionarão das 12h às 22h, restaurantes das 12h às 21h e as demais lojas das 12h às 20h.

"Além da intensificação dos protocolos de higiene e limpeza em nossas dependências, o shopping passou a oferecer os serviços de coletas de temperatura por equipe especializada para todos que estiverem nas dependências do Shopping Cidade Jardim: clientes, lojistas e colaboradores", diz o comunicado do shopping Cidade Jardim.

A Multiplan, responsável por Morumbi Shopping, Anália Franco, Vila Olímpia, Jundiaí, Santa Úrsula, Park Shopping São Caetano e Ribeirão Shopping, informou que irá operar de forma reduzida a partir de hoje. Agora, os shoppings da rede funcionarão de segunda-feira a domingo, das 12h às 20h. A previsão é que as mudanças durem até o dia 1º de abril.

O Bourbon Shopping São Paulo funcionará em horário reduzido por tempo indeterminado. Lojas do primeiro andar e alameda de serviços: horário de funcionamento opcional, devendo cumprir horário mínimo das 12h às 20h, de segunda-feira a sábado, e das 14h às 20h, no domingo; lojas de alimentação: Das 12h às 20h de segunda à domingo (fechamento opcional às 21h); demais lojas: Das 12h às 20h, de segunda à sábado e das 14h às 20h aos domingos. Os horários do supermercado Zaffari permanecem inalterados.

A Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) recomenda que somente os associados com empreendimentos localizados em áreas com casos confirmados devem funcionar, a partir de amanhã, justamente das 12h às 20h.

"Solicitamos que os shoppings localizados em áreas que não tiveram nenhum caso confirmado monitorem a evolução do assunto e compartilhem as informações. Tal medida atende a solicitação dos lojistas e está alinhada com a recomendação do Poder Público para a redução de circulação de pessoas sem, todavia, paralisar totalmente as atividades econômicas, em especial os serviços de utilidade pública em funcionamento, como bancos, farmácias, laboratórios e supermercados, por exemplo", afirmou a Abrasce, em comunicado.

Lojas de rua também têm horários diferenciados

Nas ruas, a preocupação é a mesma. A Associação Comercial Jardins Itaim, que representa também as lojas da Rua Oscar Freire, sugere que lojas de itens sem primeira necessidade funcionem somente das 11h às 17h, implementando uma escala de rodízio dos colaboradores se possível.

Já as farmácias e mercados da região devem permanecer abertas em horário normal. Enquanto isso, bares e restaurantes serão orientados a dispor as cadeiras e mesas com distância de 1 a 2 metros.

O estado de São Paulo registrou a primeira morte por coronavírus no Brasil, segundo o governo estadual informou hoje. A primeira vítima é um homem de 62 anos. Até ontem à tarde, o Ministério da Saúde informava que o número de casos oficiais do novo coronavírus no Brasil subiu para 234 confirmados e 2.064 suspeitos. Outros 1.624 casos já tiveram a suspeita descartada.

Medida foi adotada no interior e em outros estados

A brMalls, responsável pela administração de 31 shoppings em 12 estados brasileiros, também informou que 23 desses estabelecimentos funcionarão em horário reduzido, diminuindo a circulação de pessoas e mantendo as atividades essenciais. Em São Paulo, estão na lista os shoppings VillaLobos, Tamboré, Metrô Santa Cruz, Mooca Plaza, Jardim Sul e São Bernardo Plaza.

A partir de amanhã, os empreendimentos ficarão abertos ao público de segunda a sábado apenas de 12h às 20h. Aos domingos e feriados, o horário será mantido para restaurantes e praça de alimentação, já as lojas vão funcionar de 14h às 20h. Durante o funcionamento do shopping, os clientes poderão utilizar o Delivery Center para receberem em casa as compras realizadas pela internet.

O Grupo Tenco, que administra o Itaquá Garden Shopping, em Itaquaquecetuba, também informou, por nota, que o centro comercial vai funcionar das 12h às 20h.

No Rio, o Rio Sul Shopping Center terá as atividades temporariamente suspensas pelo período de 15 dias. O acesso será mantido para atender à população que necessitar de serviços como farmácias e bancos. Os serviços de delivery funcionarão normalmente.

Coronavírus