PUBLICIDADE
Topo

Mulher com suspeita de covid-19 foge de hospital e é encontrada em ônibus

Divulgação
Imagem: Divulgação

Daniel Leite

Colaboração para o UOL, em Juiz de Fora

06/04/2020 20h40Atualizada em 07/04/2020 08h56

Uma mulher de 37 anos com suspeita de ter contraído a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, e com tuberculose fugiu hoje do hospital onde estava internada em Belo Horizonte. Segundo a polícia, ela foi encontrada em um ônibus circular.

A Fundação Hospitalar de Minas Gerais não divulgou o nome da paciente que estava no hospital Júlia Kubitschek, na região conhecida como Barreiro.

Segundo a assessoria de imprensa, ela alegou motivos pessoais e pediu para ir embora, mas não foi autorizada. Pouco depois, por volta de 9h, ao ser chamada para uma consulta médica, não foi encontrada. O hospital, então, acionou a polícia.

A PM informou ao UOL ter localizado a mulher em um ônibus da linha 3054, que faz o trajeto entre os bairros Milionários e Betânia.

De acordo com o boletim de ocorrência, a paciente utilizava uma tornozeleira eletrônica, o que ajudou a polícia no rastreamento e localização dela. Mas como a PM também não forneceu a identidade da mulher, não há como saber por qual crime ela teria sido presa. As tornozeleiras eletrônicas são utilizadas por quem está em liberdade condicional.

Também pelo registro policial, a mulher afirmou estar grávida e que foi internada no hospital de onde fugiu no dia 2 de abril com suspeitas de covid-19. No momento da abordagem, não estava de máscaras. Ela admitiu aos policiais que o hospital disse que não daria alta e, por isso, decidiu ir embora.

A assessoria de imprensa da instituição de saúde informou que a paciente foi levada de volta cerca de 1h40 depois de escapar e recebeu a assistência médica necessária. O estado de saúde dela não foi informado por causa do sigilo de prontuário, de acordo com a assessoria.

Coronavírus