PUBLICIDADE
Topo

Presos de Minas Gerais já produziram 104 mil máscaras para coronavírus

Presos trabalham na produção de máscaras em Minas Gerais - Divulgação/Sejusp
Presos trabalham na produção de máscaras em Minas Gerais Imagem: Divulgação/Sejusp

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/04/2020 20h32

A Secretaria de Estado de Segurança Pública de Minas Gerais informou hoje que os detentos do sistema prisional do estado já produziram 104 mil máscaras cirúrgica. A ação faz parte dos esforços de combate à pandemia do novo coronavírus. A meta a partir de agora é produzir mais 22 mil itens por dia.

Fazem parte desse mutirão de produção de materiais os presos de 30 unidades de Minas Gerais. Ao todo, são mais de 350 detentos envolvidos usando 170 máquinas. Segundo a Sesp, os produtos serão destinados às forças de segurança estaduais, secretarias municipais de saúde e hospitais, além de servidores e internos do sistema prisional.

A secretaria também informou que a produção está usando 165 mil metros de tecido TNT comprados pelo governo estadual no início do mês de abril. O material é suficiente para a fabricação de 2 milhões de máscaras.

"Desde a preparação do espaço, conversamos com eles sobre a relevância de prevenir o contágio pelo vírus e a importância do trabalho desenvolvido aqui. Os reeducandos estão atentos, entendendo a situação e participando com interesse", disse o diretor de atendimento e ressocialização do presídio Nelson Hungria, Uri Ribeiro.

Coronavírus