PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Governo de SP nega pedido para bloquear estradas do litoral para turistas

Imagem da Rodovia dos Imigrantes - Reprodução/Ecovias
Imagem da Rodovia dos Imigrantes Imagem: Reprodução/Ecovias

Do UOL, em São Paulo

02/05/2020 12h38

O governo João Doria (PSDB) negou pedido de prefeitos da Baixada Santista para restringir o trânsito das estradas que dão acesso ao litoral apenas para moradores e trabalhadores de serviços essenciais da região.

A gestão disse ver com preocupação o aumento do tráfego em direção à Baixada no feriado, porém descarta restringir a circulação nas rodovias —que, para o governo, devem ser utilizadas na quarentena apenas para o transporte de produtos essenciais.

Na sexta-feira (1º), nove prefeitos reunidos no Condesb (Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista) pediram que o governo impedisse a passagem de turistas pelas estradas que dão acesso à região. A medida, afirmaram em ofício, seria necessária para tentar impedir o avanço das contaminações pelo novo coronavírus no litoral. Segundo o Condesb, as UTIs da Baixada já têm 80% dos leitos ocupados.

São Paulo está em quarentena pelo menos até 11 de maio e o governo estuda formas para relaxar o distanciamento social e reabrir setores da economia.

Em nota, o Palácio dos Bandeirantes afirmou que o estado reforça que a população deve ficar em casa:

"O distanciamento social e a redução drástica da circulação de pessoas são as principais iniciativas para mitigar a propagação do novo coronavírus, que já infectou 28.698 pessoas e matou outras 2.375 em São Paulo até o final de abril".

Coronavírus