PUBLICIDADE
Topo

Governo apresenta plano para reabertura gradual da economia no Pará

12.mai.2020 - Lojas fechadas na região de comércio de Belém, no Pará, durante pandemia do novo coronavírus - Tarso Sarraf / Estadão Conteúdo
12.mai.2020 - Lojas fechadas na região de comércio de Belém, no Pará, durante pandemia do novo coronavírus Imagem: Tarso Sarraf / Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

29/05/2020 15h54

O governador do Pará, Helder Barbalho, apresentou hoje o programa de reabertura gradual da economia do estado, chamado de "Retoma Pará", que entrará em vigor a partir da próxima segunda-feira (1º). De acordo com o governo, o planejamento é baseado em critérios de saúde, ciência e normas técnicas.

Reforçando que o plano de retomada "responsável, gradativa, controlada, monitorada e transparente" não significa a reabertura de todas as áreas, o governo também afirmou que a retomada das atividades será feita de forma segura e levando em consideração as particularidades de cada região. O retorno será monitorado e, em caso de novos surtos, as restrições poderão ser retomadas.

"Se a cada semana a evolução demonstrar que temos segurança para agir pautado na preservação a vida, nós avançaremos, caso os números demonstrem que devemos voltar ao estágio anterior, será recuado", disse Barbalho.

Para isso, foram definidas cinco zonas de risco em ordem decrescente de gravidade, sendo a um de "alerta máximo" e a cinco de "novo normal". As ações de isolamento e de retomada serão moduladas para assegurar o atendimento à população e a garantia de controle da contaminação, a partir desta classificação.

Entre os critérios para a definição das zonas de risco estão: taxa de leitos de UTI com ventiladores disponíveis, taxa de leitos clínicos disponíveis, taxa de testes realizados na região, taxa de equipamentos de proteção individual, taxa de equipe de saúde não afastada do trabalho, taxa de crescimento de casos e casos hospitalizados.

Parte do plano "RetomaPará" em meio à pandemia do novo coronavírus - Reprodução / Twitter - Reprodução / Twitter
Imagem: Reprodução / Twitter

Dentro do plano, foram desenvolvidos 36 protocolos específicos para os setores abertos ou que serão abertos gradativamente.

A última atualização divulgada pelo governo do estado do Pará registrou 36.486 casos confirmados da covid-19 e 2.854 mortes causadas pelo novo coronavírus.

Coronavírus