PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
15 dias

Filho não reconhecido de Bruno Caloi herda dívida de R$ 380 mi, diz TV

Fábio Caloi não ganhou nada como herança e ainda ficou com dívida milionária do pai - Reprodução/TV Globo
Fábio Caloi não ganhou nada como herança e ainda ficou com dívida milionária do pai Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

22/06/2020 13h46

O empresário Bruno Caloi, que já foi dono da maior fabricante brasileira de bicicletas, morreu em 2006, mas deixou uma dívida milionária que só cresceu após ter vendido a Caloi, em 1999. Mesmo com Bruno tendo sete filhos de dois casamentos, agora a dívida de R$ 380 milhões está nas mãos de Fábio Caloi, filho não reconhecido em vida por ele.

Segundo reportagem da TV Globo, Fábio nunca conviveu com a família Caloi e tem um salário de R$ 1.600 como assistente financeiro. Além disso, ele nunca recebeu nada como herança de Bruno, que foi reconhecido como seu pai apenas em 2017, 12 anos após entrar com o processo de reconhecimento.

De acordo com Fábio, sua mãe, Eunice Milantoni, teve um relacionamento por 14 anos com Bruno, enquanto era secretária do empresário. Vinte anos mais nova do que Bruno, Eunice contou a Fábio quem era seu pai, mas ele não compreendia o contexto da situação.

"Eu sabia que era o dono da Caloi, mas como toda criança não entendia muito bem isso", disse Fábio, que se ressente do pouco contato com o pai. "Não tenho nenhuma lembrança dele me abraçando, pegando no colo", contou, reforçando que se encontrou por raras vezes com o pai.

Após conseguir o reconhecimento da paternidade, Fábio herdou a dívida milionária graças a um acordo que os outros filhos de Bruno fizeram com Edson Musa, que assumiu o controle da Caloi em 1999.

"Esta dívida foi apontada para me intimidar", afirmou Fábio, que vê a família do seu pai dizer que Bruno não deixou qualquer herança. O advogado do herdeiro contesta a informação.

"Quero que a justiça seja feita", disse Fábio Caloi, que ainda acredita na possibilidade de receber alguma herança de seu pai.

Desde 2013, a Caloi é controlada pela Dorel Industries, do Canadá. A marca é uma das mais antigas fabricantes de bicicletas do mundo, fundada ainda em 1898 pelo avô de Bruno, Luigi Caloi, junto com o cunhado, Agenor Poletti.

Cotidiano