PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Fortaleza: casos de covid-19 caem, e leitos exclusivos são liberados

Os equipamentos adquiridos para o tratamento da epidemia serão utilizados na modernização do parque hospitalar do município - Axel Heimken/dpa/Pool/dpa/AFP
Os equipamentos adquiridos para o tratamento da epidemia serão utilizados na modernização do parque hospitalar do município Imagem: Axel Heimken/dpa/Pool/dpa/AFP

Do UOL, em São Paulo

22/06/2020 22h11

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), anunciou hoje que, com a queda da contaminação pelo novo coronavírus na cidade, os leitos específicos para o tratamento da covid-19 começarão a ser destinados à assistência clínica e cirúrgica.

Ele divulgou a informação em uma transmissão ao vivo feita nas redes sociais: "Graças à redução muito consistente do número de casos e do número de óbitos, a gente está passando já a transformar leitos que eram especificamente para covid em leitos de assistência clínica e cirúrgica à população."

O prefeito prosseguiu: "Por exemplo, a gente tinha uma unidade de UTI no Frontinha de Antônio Bezerra de 10 leitos especificamente para covid-19. A redução importante dos casos e mesmo da demanda por leitos de UTI permitiu que a gente, a partir de hoje, pudesse abrir esses 10 leitos de volta para a assistência clínica e cirúrgica."

Ele afirmou que os equipamentos adquiridos para o tratamento da pandemia serão utilizados na modernização do parque hospitalar do município. No entanto, caso haja uma segunda onda de covid-19, os leitos poderão voltar a ser exclusivos para o tratamento da doença:

"À medida que a gente for ganhando segurança e entendendo que há consistência nessa tendência de queda, a gente vai aproveitando equipamentos novos para modernizar o parque hospitalar existente, ampliando leitos. Mas ao mesmo tempo estando preparados e capazes de retomar leitos para covid caso haja algum risco de retorno a essa necessidade."

De acordo com os dados divulgados hoje, o Ceará tem um total de 94.708 pessoas infectadas pelo novo coronavírus, e 5.618 mortes em decorrência da doença.

Coronavírus