PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
2 meses
Família arrecada R$ 46 mil após ganhar 'cesta básica' só com sal e farinha

Família recebeu doação de cesta básica apenas com sal e farinha - Arquivo pessoal
Família recebeu doação de cesta básica apenas com sal e farinha Imagem: Arquivo pessoal

Simone Machado

Colaboração para o UOL, em São José do Rio Preto

15/07/2020 16h54

O desabafo de uma mãe que viu seu filho de 11 anos chorar após receber uma "cesta básica" composta apenas por pacotes de sal e farinha viralizou nas redes sociais e mudou a vida de uma família em Campinas (SP). A história gerou tanta comoção que uma vaquinha online foi criada e já arrecadou R$ 46,6 mil em três dias.

A postagem da empregada doméstica Marcela Aparecida de Paula Marinho, 37, na semana passada, foi feita logo após o filho chegar em casa com uma caixa, que havia ganhado de uma mulher. Por causa da pandemia, a doméstica e o marido, que é motorista, perderam o emprego e estão sem renda fixa.

"Vendo que a situação está difícil, o Nicolas decidiu vender pipas no bairro para ajudar nas despesas da casa e para comprar uma bicicleta, já que foi aniversário dele e não tivemos condição de dar o presente. Uma mulher passou de carro, perguntou se ele queria uma cesta básica e ele, muito feliz, aceitou. Ao chegar em casa vimos que na caixa tinha uns 10 pacotes de sal e farinha de mandioca", contou Marcela ao UOL.

Ainda segundo a empregada doméstica, ao ver os produtos, o filho começou a chorar, já que ele acreditava que teria bolacha recheada entre os alimentos doados.

"A farinha a gente ainda come, mas o sal não tem como. É triste ver que tem gente assim, me senti muito humilhada", acrescenta Marcela.

Sem emprego desde o início da pandemia, Marcela e o marido fazem bicos para conseguirem dinheiro para pagar as contas da casa e cuidar dos dois filhos pequenos. Além de Nicolas, a família tem Sophia de 1 anos e seis meses. A empregada doméstica já chegou a fazer faxinas em troca de um pacote de feijão e arroz.

"Meu marido chega a carpir terrenos por R$ 10 e eu estou oferecendo faxina a R$ 20, mas mesmo assim a situação não está fácil. Estamos com alugueis e contas de água e luz atrasadas", acrescenta.

Vaquinha online

Uma vaquinha online foi criada para ajudar a família. Até o fechamento dessa reportagem R$ 46.620 haviam sido arrecadados.

As doações ajudarão a família nos próximos meses, já que o aluguel da casa onde moram está com cinco meses de atraso. O dinheiro será usado ainda para compra de alimentos, fraldas e pagamentos das contas de água e luz que também estão atrasadas.

"Se der certo também queremos comprar um barraco para a gente morar, assim não precisaremos mais pagar aluguel", lembra Marcela.

Cotidiano