PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Esse conteúdo é antigo

Frio recorde e até neve: Massa de ar polar baixa temperatura em 4 regiões

Flávio Costa

Do UOL, em São Paulo

22/08/2020 18h21Atualizada em 26/08/2020 10h24

A chegada de uma massa de ar polar continuou a derrubar neste sábado (22) as temperaturas em diferentes estados do país, com recorde de frio em São Paulo, temperaturas negativas na região Sul e até neve em Curitiba. Grandes áreas do Sul tiveram geada, e o frio intenso foi também registrado em regiões extensas do Sudeste, Centro-Oeste e Norte.

A previsão é de que a ação intensa da massa de ar polar seja sentida ao menos até segunda-feira (24). Desde ontem, o ar gelado avança sobre estados como Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, sul de Minas Gerais, Mato Grosso, sul de Goiás, Rondônia, Acre e sul do Amazonas, como previu o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Cidades do Rio Grande do Sul registraram temperaturas negativas nas primeiras horas da manhã de hoje, a exemplo de Serafina Corrêa (-3,4ºC), no norte do estado, e Quaraí (-2,5ºC).

"A parte mais intensa da massa de ar polar deve durar até amanhã. No domingo [23], deverá registrar temperaturas muito baixas no interior de São Paulo e teremos nos próximos dias a formação de geadas em Minas Gerais. A tendência é que esse frio mais intenso ocorra entre essa madrugada de domingo até o amanhecer de segunda-feira", afirmou o meteorologista Marcelo Schneider, do Inmet em entrevista ao canal GloboNews.

são paulo - Suamy Beydoun/Agif/Estadão Conteúdo - Suamy Beydoun/Agif/Estadão Conteúdo
Pessoas se protegem da chuva e frio intenso em São Paulo
Imagem: Suamy Beydoun/Agif/Estadão Conteúdo

Madrugada mais fria em São Paulo

Na cidade de São Paulo, a noite de sexta-feira e madrugada deste sábado foram as mais frias do ano. De acordo com o Inmet, a temperatura mínima registrada na capital foi de 8,2ºC por volta da 22h de sexta. Foi a temperatura mais baixa registrada no mês de agosto desde o ano de 2013.

Os corpos de duas pessoas foram encontrados na manhã de hoje na região central da capital paulista. A Polícia Civil investiga o caso. As vítimas foram localizadas na praça da Sé e na rua 25 de Março —possivelmente, elas estavam em situação de rua.

Em São Paulo, a madrugada de domingo deve ser gelada, com mínima de 7ºC —se confirmado, novo recorde de frio na capital.

O estado paulista também sofre com a frente fria e há previsão de geadas na Serra da Mantiqueira, porém não haverá neve, segundo o Inmet.

"A tendência é que as madrugadas continuem frias nos próximos dias", afirmou Schneider.

Neve em Curitiba

A cidade de Curitiba (PR) teve registros de neve e chuva congelada. Os fenômenos aconteceram entre a noite de ontem e a madrugada de hoje em diferentes áreas da capital e também na região metropolitana.

curitiba - Reprodução/YouTube - Reprodução/YouTube
Onda de frio tem neve e chuva congelada em Curitiba
Imagem: Reprodução/YouTube

De acordo com o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná), fazia 1,4 ºC no amanhecer de hoje em Curitiba. Segundo o órgão, as precipitações invernais (isto é, chuva congelada e neve) tiveram maior ocorrência nos bairros localizados ao sul da capital paranaense. Na região do morro do Araçatuba, em Tijucas do Sul, região metropolitana de Curitiba, houve acúmulo de neve.

Os moradores enfrentaram uma manhã de frio no centro de Florianópolis (SC), com termômetros marcando 11ºC. Nas primeiras horas do dia, a temperatura estava em torno de 5ºC.

Chuvas no Rio

Por sua vez, a cidade do Rio de Janeiro entrou em estado de atenção devido ao volume de chuvas registrado nas últimas 24 horas: 125 mm. A massa polar também derrubou a temperatura na capital.

De acordo com o sistema Alerta Rio, neste mês de agosto, até agora, choveu em média 75 mm em toda a cidade (levando em conta as 33 estações pluviométricas). "Isso já é mais do que a média histórica do mês de agosto, que está estabelecida em 47 mm. O acumulado médio de 75 mm agora faz parte dos quatro maiores acumulados de agosto desde que o Alerta Rio foi fundado, em 1996", afirmou a prefeitura, em nota.

O Alerta Rio informou também que foi registrada hoje a menor temperatura máxima do ano: 19,6ºC às 15h, em São Cristóvão, zona norte da capital. Até então, a menor temperatura máxima de 2020 tinha sido de 20ºC, registrada Irajá e Santa Cruz, no dia 15 de julho.

Por outro lado, a temperatura mínima registrada neste sábado não chegou ao ranking das mais baixas: 13,7ºC, às 5h15, na estação do Alerta Rio no Alto da Boa Vista. Em 2020, o recorde até agora é de 11ºC, medidos no dia 27 de maio, na mesma estação.

Para o domingo, a previsão é de ainda mais frio e chuva para cariocas. O Inmet prevê mínima de 13ºC.

Cotidiano