PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês
Gato mergulha em piscina de batismo durante culto em igreja no DF; veja

Do UOL, em São Paulo

18/09/2020 15h21

Um gato invadiu um culto e pulou dentro de uma piscina de batismo na Igreja Adventista do Sétimo Dia do Sudoeste, no Distrito Federal, no último domingo (13).

O caso foi transmitido ao vivo durante uma live feita pela igreja e mostra o animal, que aparenta estar desorientado, em cima do palco e, em seguida, sobe até a piscina de batismo. No vídeo é possível ver o gato tentando sair da piscina algumas vezes, mas não consegue, acaba nadando para a lateral do espaço e sumindo das câmeras.

Nas redes sociais, o pastor Daniel Donizetti Leite, que realizava o culto e aparenta não perceber a presença do animal no palco, brincou com a situação.

"Não deixe de assistir esse vídeo. Ontem estive pregando na Igreja do sudoeste é olhe o que aconteceu. Até os gatos estão querendo se batizar e alguns seres humanos ainda resistem", disse o pastor.

Apesar do tom de brincadeira, diversos internautas pediram para o pastor responder se o animal foi resgatado após a transmissão do culto. "Por favor, mandem notícias do gatinho", escreveu uma pessoa.

"O que aconteceu com o gato? Por que não pararam [o culto] imediatamente de orar para salvá-lo? O bicho aflito e nada de ninguém o salvar? Por favor, respondam", disse outra pessoa.

Na postagem ainda há pessoas que saíram em defesa da igreja e do pastor. "Eita, quantas críticas. Até parece que o gato ia morrer afogado. No tanque batismal há escadas e, com certeza, o gato se safou", comentou um homem.

Pastor e igreja falam do caso

O pastor Daniel Donizetti Leite afirmou que "o gato está muito bem. Ele foi resgatado pela escada que fica atrás do batistério. Foi alimentado e aquecido. O gatinho vive nas proximidades da igreja, é alimentado por moradores de prédios vizinhos e permanece lá".

"No momento do acontecido, estávamos em oração, não percebemos a movimentação do gato, após o barulho os líderes da igreja correram para socorrê-lo pela lateral, local que seria mais fácil pegá-lo. Eu só soube do acontecido, depois de descer e ser informado pela equipe de imagem", contou ele.

Ao UOL, a igreja afirmou que depois do vídeo um cinegrafista, que viu o gato entrando na piscina, socorreu o animal. "Com relação ao gatinho, ele foi retirado do tanque de batismo e dados os cuidados iniciais, porém, ele voltou ao seu habitat natural. Na transmissão não houve o foco no gatinho, sendo sua presença uma coincidência, pois o foco de todas as transmissões de nosso canal é no culto de adoração ao nosso Deus, sendo resolvido nos bastidores intercorrências como essas."

Cotidiano