PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
4 meses

Pesquisadora da Fiocruz não acredita em vacina contra coronavírus em 2020

Vacinas estão sendo testadas por diversos laboratórios - TATYANA MAKEYEVA
Vacinas estão sendo testadas por diversos laboratórios Imagem: TATYANA MAKEYEVA

Colaboração para o UOL

18/10/2020 21h15

Margareth Dalcolmo, pneumologista pesquisadora da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), não acredita que o Brasil terá alguma vacina contra covid-19 neste ano. Ela explicou que, apesar dos laboratórios estarem evoluindo bem, é preciso ter um controle rigoroso antes da liberação.

"Não acredito que tenhamos nenhuma vacina possível e passível de ser aplicada nas pessoas ainda no correr do ano de 2020. O que está ocorrendo é uma situação nova, com muito empenho de grupos de qualidade. Mas nossa grande preocupação é que nenhum órgao regulatório autorize só por conta da pressão", afirmou Margareth, em entrevista à Globonews.

Já houve promessas de vacina para este ano. Nos Estados Unidos, por exemplo, o presidente Donald Trump chegou a falar que a vacinação aconteceria em novembro. No Brasil, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), acredita que será possível aplicar uma vacina em dezembro.

Mas, depois que os testes das vacinas acabarem, ainda será necessário cada país fazer o registro. E segundo Margareth, é um processo que precisa ser feito com cuidado.

"Nunca tivemos vacina em um período tão rápido. Temos que ser realistas. Nos Estados Unidos, o Donald Trump disse que teria vacina antes das eleições, mas a FDA (órgão regulatório dos EUA) tem um controle de qualidade absurdamente rígido", opinou Margareth.

Cotidiano