PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Polícia ouvirá pais de empresário supostamente morto pela namorada na Bahia

Elton Gonçalves Campelo e Isabela Araújo Valença, encontrados mortos em um condomínio de Salvador - Redes sociais/Reprodução
Elton Gonçalves Campelo e Isabela Araújo Valença, encontrados mortos em um condomínio de Salvador Imagem: Redes sociais/Reprodução

Alexandre Santos

Colaboração para o UOL, em Salvador

13/01/2021 07h45

A delegada Marta Karine, da 1ª DH (Delegacia de Homicídios), informou ontem que ouvirá nos próximos dias os pais do empresário Elton Gonçalves Campelo, 35, supostamente morto pela namorada, Isabela Araújo Valença, 33, no último domingo (10), em um apartamento no Horto Florestal, bairro nobre de Salvador.

Donos do imóvel, Gladston Campelo e Elza Campelo estavam em outro cômodo no momento do crime e, por isso, constarão no inquérito como principais testemunhas do caso. Foram eles que teriam encontrado os corpos do filho e da nora na suíte do apartamento.

Ao UOL, a assessoria da Polícia Civil informou que pai e mãe foram ouvidos informalmente no mesmo dia do suposto homicídio seguido de suicídio. As primeiras evidências da investigação apontam que Isabela primeiro atirou no namorado, que estaria no quarto. Em seguida, teria ido para o banheiro da suíte, onde tirou a própria vida.

Segundo a polícia, a pistola encontrada ao lado do corpo de Isabela pertencia ao empresário, que tinha autorização para portá-la.

O casal foi sepultado na manhã de ontem. O velório e enterro de Elton ocorreram no cemitério Jardim da Saudade, na capital baiana. Já a cerimônia de despedida de Isabela aconteceu em Petrolina (PE), sua terra natal.

Juntos havia cerca de dois anos, os dois passavam férias na capital baiana na ocasião da tragédia.

Amigos homenageiam casal

Cerca de 30 amigos de Elton e Isabela fizeram uma homenagem ao casal às margens do rio São Francisco, em Petrolina. O local foi escolhido porque era ali que os dois costumavam praticar esportes aquáticos.

Durante o ato, realizado na tarde de segunda-feira (11), o grupo fez uma oração e soltou balões brancos.

Um dos organizadores do ato, Matheus Gomes, 35, disse à reportagem que Elton era apaixonado por kitesurfe, o que o levou a se juntar ao projeto denominado Kite Velho Chico, escola para interessados na modalidade.

Em suas redes sociais, o empresário colecionava uma série de publicações que demonstravam paixão pelo kitesurfe.

"Esse esporte conquistou muito ele, e Bela estava começando. Mas Elton além de ser um dos fundadores desse projeto, também sempre foi uma grande referência, motivador e grande amigo", contou Matheus, sobre o projeto iniciado em 2013.

Impactado com a morte do casal, ele diz que não caberá a ninguém julgar o que aconteceu com os dois. "A gente sentiu muito a perda de ambos. Foram duas vidas perdidas", lamentou.

Na página do Kite Velho Chico, uma mensagem de pesar exalta a amizade do grupo.

"Valeu Ton, obrigado por tudo meu amigo, é um grande responsável pela criação dessa família, sempre trouxe aquela energia mágica, sempre soube como impulsionar os seus irmãos da melhor forma, só temos a agradecer pelos momentos que fomos presenteados com sua amizade, vai em paz e quebra tudo onde você estiver, porque você é desses irmão", diz o texto.

Cotidiano