PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Santos instala barreiras para restringir acessos de turistas no feriado

Família curte a praia de Santos neste sábado  - Fernanda Luz/UOL
Família curte a praia de Santos neste sábado Imagem: Fernanda Luz/UOL

Maurício Businari

Colaboração para o UOL, em Santos

23/01/2021 19h09

A prefeitura de Santos, no litoral de São Paulo, está instalando barreiras nos dois acessos ao município (na entrada da cidade, na zona noroeste; e na avenida da praia, na divisa com São Vicente). O objetivo é evitar a entrada de turistas de um dia. Este é o último fim de semana sem restrições na Baixada Santista, que mudou para a fase laranja do Plano São Paulo durante a semana, e vermelha aos fins de semana e após as 20h nos dias úteis.

Segundo a administração, as barreiras serão montadas durante o feriado prologando do aniversário de São Paulo, sempre das 3h às 11h, entre este sábado (23) e segunda-feira (25), na Avenida Martins Fontes, no bairro Saboó, e na Avenida Presidente Wilson, no José Menino. De acordo com a prefeitura, o objetivo é impedir o acesso de vans e ônibus de turismo de um dia, além de prestar orientações a respeito das novas restrições que afetarão a Baixada Santista.

As barreiras estão sendo monitoradas pela Guarda Civil Municipal (GCM) e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). As medidas da nova fase do Plano SP entram em vigor a partir de segunda-feira. Na sexta, durante coletiva de imprensa, o prefeito de Santos, Rogério Santos, anunciou que seguirá a determinação do Governo do Estado.

Nós não podemos repetir erros de outras pessoas, de outros locais que não tomaram as medidas preventivas. Depois, não adianta lamentar. Claro que há um prejuízo econômico, mas vamos buscar soluções. A vida está acima de tudo.

As mudanças foram anunciadas no dia em que Santos atingiu a marca de 1.012 óbitos por covid-19 desde o início da pandemia, e diante de uma alta de 122% no número de mortes nos últimos 14 dias (113 casos). Sem contar que a Baixada Santista ultrapassou nesta sexta (22) o número de 3 mil mortes causadas pela Covid-19. De acordo com os boletins epidemiológicos divulgados pelas prefeituras das cidades, foram nove mortes nas últimas 24 horas. A região ainda soma mais de 89 mil casos confirmados da doença. O número de hospitalizados chega a 289.

Finais de semana na fase vermelha

No Plano SP, a Região passa da fase amarela para a laranja (mais limitada em relação a públicos e horários comerciais) durante os dias da semana, ingressando na vermelha (apenas serviços essenciais), das 20h às 6h. Durante os finais de semana (dias 30 e 31 e 6 e 7 de feveiro), vale somente a fase vermelha.

Em relação à fase amarela, a laranja (que entrará em vigor) reduz de dez para oito horas o período de funcionamento da maioria dos estabelecimentos, incluindo restaurantes e academias. Bares não estão permitidos (somente delivery).

Já a fase vermelha permite apenas serviços considerados essenciais como supermercados, farmácias e padarias (sem consumo no local). Demais comércios alimentícios como bares, restaurantes, quiosques e ambulantes poderão atender somente por delivery (sem retirada no local).

As praias de Santos permanecerão abertas ao público durante a semana. Aos sábados e domingos, dias integralmente abrangidos pela fase vermelha, não haverá comércio nos quiosques nem de ambulantes na orla. A recomendação da Prefeitura é de que a faixa de areia seja utilizada exclusivamente para a prática esportiva, sem uso de cadeiras ou guarda-sóis.

A partir da publicação do decreto estadual, o Município também fará uma regulamentação, a ser publicada na segunda-feira (25) se adequando às novas regras.

Cotidiano