PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Esse conteúdo é antigo

Polícia Civil prende acusado de participar de roubo de R$ 120 milhões

Segundo a Polícia, Charles Feliciano Batista foi condenado pelo assalto no Paraguai e estava sendo procurado - Eduardo Ferreira/Futura Press/Folhapress
Segundo a Polícia, Charles Feliciano Batista foi condenado pelo assalto no Paraguai e estava sendo procurado Imagem: Eduardo Ferreira/Futura Press/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

03/02/2021 19h32

A Polícia Civil prendeu hoje Charles Feliciano Batista, de 44 anos, considerado uma das lideranças mais importantes de quadrilhas do Brasil. Ele é acusado de participar do grupo que, em 2017, invadiu e roubou a transportadora de valores Prosegur, em Ciudad del Este, no Paraguai.

No assalto, apontado como o maior da história do país, foram roubados o equivalente a R$ 120 milhões. A sede da Prosegur estava localizada a 4 km da Ponte Internacional da Amizade, na fronteira paraguaia com Foz do Iguaçu, no extremo oeste do Paraná. Segundo a polícia, Charles também estaria envolvido em ataques a base de transportadoras de valores em Santos, em 2016.

O homem foi encontrado no bairro Artur Alvim, na zona leste de São Paulo em ação deflagrada por agentes da 5ª Delegacia de Investigações sobre Roubo a Bancos, do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), que investigam a liderança criminosa do suspeito.

De acordo com informações da Polícia Civil, Charles Feliciano Batista é condenado pelo assalto no Paraguai e era procurado. Não foram encontradas armas ou drogas com o criminoso.

Cotidiano