PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Esse conteúdo é antigo

Polícia encerra festa clandestina com mais de 300 pessoas em Manaus

A Central Integrada de Fiscalização (CIF) vistoriou 44 estabelecimentos neste fim de semana, em Manaus - Carlos Soares/SSP-AM
A Central Integrada de Fiscalização (CIF) vistoriou 44 estabelecimentos neste fim de semana, em Manaus Imagem: Carlos Soares/SSP-AM

Do UOL, em São Paulo

22/03/2021 13h00Atualizada em 22/03/2021 13h12

Uma festa clandestina com cerca de 300 pessoas foi encerrada na noite de ontem pela CIF (Central Integrada de Fiscalização) no bairro da Alvorada, zona centro-oeste de Manaus, no Amazonas. O organizador da festa foi detido no local.

A festa aconteceu por volta das 21h30 no Balneário Festa Clube, na Avenida Desembargador João Machado. De acordo com informações divulgadas pelo governo do Amazonas, havia muitas pessoas no local e música ao vivo.

As lotações de bares e restaurantes foram flagradas a partir da sexta-feira (19). Ao todo, 44 estabelecimentos foram vistoriados ao longo do final de semana e seis deles foram autuados por descumprir as medidas sanitárias de contenção da covid-19.

Na Lanche El-Shadai, localizada no bairro Planalto, também na zona centro-oeste de Manaus, as atividades foram encerradas pela fiscalização após clientes serem flagrados consumindo no local. O Procon-AM (Programa Estadual de Proteção e Orientação ao Consumidor) autuou o estabelecimento.

Já no sábado (20), o D'Anjos Pub, situado no bairro Cidade Nova, na zona norte da capital, estava funcionando sem a documentação necessária. O proprietário foi conduzido para a central de flagrantes, na Delegacia Geral.

Queda no número de casos

O Amazonas foi o primeiro estado brasileiro que registrou uma alta pressão no sistema de saúde por conta da elevação de casos da covid-19. Após ampliar medidas de contenção, o estado vê resultados positivos no índice epidemiológico. Desde o início da pandemia, cerca de 340 mil casos da covid-19 foram confirmados e 12 mil pessoas foram vítimas fatais da doença no estado.

Manaus registrou o menor número de internações diárias de pacientes com covid-19 desde novembro de 2020 neste domingo (21), segundo informações divulgadas pela FVS-AM (Fundação de Vigilância e Saúde do Amazonas).

Com a liberação dos recursos humanos e insumos, o estado passou a receber pacientes infectados de outros estados. Nesta segunda-feira (22), 18 pessoas foram transferidas do Acre e de Rondônia para o Amazonas.

A medida integra a Operação Gratidão, em que o estado se dispôs a ajudar outras regiões do país que entraram em colapso.

Na sexta-feira (19), profissionais de saúde da SES-AM (Secretaria de Estado de Saúde) também foram enviados para Porto Velho, em Rondônia, para dar apoio aos pacientes da covid-19. Enquanto o Pará recebeu neste domingo (21) 200 cilindros de oxigênio abastecidos, doados pelo Amazonas.

Cotidiano