PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
5 meses

Garis do Recife encontram pacote com R$ 10 mil e devolvem à dona

Três toneladas de lixo foram reviradas para que a quantia fosse recuperada - Emlurb/Divulgação
Três toneladas de lixo foram reviradas para que a quantia fosse recuperada Imagem: Emlurb/Divulgação

Ed Rodrigues

Colaboração para o UOL, no Recife

23/03/2021 21h10

Um grupo de garis do Recife encontrou e devolveu à dona um envelope com R$ 10 mil. A quantia havia sido jogada fora por engano.

A proprietária do dinheiro, que preferiu não ser identificada, ao se dar conta da confusão, procurou o órgão responsável pela coleta de lixo na capital pernambucana. Por sorte, o montante foi recuperado.

A idosa, de 68 anos, ligou para a Emlurb (Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana) do Recife na última quinta-feira (18) para explicar a situação e pedir ajuda. A partir daí, iniciou-se uma operação para encontrar os R$ 10 mil.

Segundo o gerente geral de Fiscalização e Limpeza da autarquia, Avelino Pontes, a equipe que realiza a coleta no bairro do Cordeiro, onde a mulher reside, foi acionada.

"Se o caminhão tivesse ido para o aterro sanitário, seria impossível achá-lo. A rápida ligação da moradora e nossa iniciativa também em tempo ágil proporcionaram o sucesso da missão de resgate do dinheiro", afirmou Avelino ao UOL.

De volta à sede do Departamento de Limpeza Urbana, a equipe de garis encarou três toneladas de lixo. Foram necessárias três horas de buscas, mas, no fim, o envelope foi achado.

O coletor de lixo Jaldson Moreno integra a equipe que procurou pelo dinheiro. Ele disse que ficou emocionado em poder ajudar.

"A mão de Deus foi grande. A gente já tinha perdido a esperança. Na última tuinha de lixo... Estavam lá os R$ 10 mil. Um pacotinho menor do que a minha carteira. Quando eu vi, deu vontade de chorar", relembrou.

A idosa dona do dinheiro agradeceu a ajuda e parabenizou os garis pela empatia. "O valor encontrado foi devolvido integralmente, mostrando que no Brasil ainda existem pessoas honestas", disse.

Cotidiano