PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Formanda que homenageou mãe ao se vestir de faxineira ganha bolsa de estudo

Roberta e a mãe se emocionaram com presente da universade - Reprodução/Facebook
Roberta e a mãe se emocionaram com presente da universade Imagem: Reprodução/Facebook

Jean Sfakianakis

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/04/2021 14h46

A formanda que homenageou a mãe ao se vestir de faxineira na comemoração da formatura em Pedagogia ganhou uma bolsa de estudos para cursar o mestrado na mesma universidade em que completou a graduação.

Roberta Mascena, de 25 anos, fez a mãe se emocionar ao posar para um ensaio fotográfico vestindo seu uniforme profissional sob a beca da colação, sem esperar que a homenagem ganhasse repercussão nacional.

Em março, a estudante foi presenteada com uma bolsa integral em Mestrado em Práticas Docentes no Ensino Fundamental da Unimes (Universidade Metropolitana de Santos) pelo próprio mantenedor da instituição de ensino, Rubinho Viegas, que diz ter se identificado com a história da mulher.

"Logo me identifiquei com a história da Roberta, porque minha mãe veio de Guariba (SP). Ela foi batalhadora, assim como a dona Marlene, trabalhou muito para construir a Unimes. Mas nada foi fácil. Veio a Santos com uma mão na frente, outra atrás, lecionava em diversas escolas até fundar a primeira Faculdade de Educação Física do Brasil alugando espaço no Brasil Futebol Clube até criar outros cursos que mantemos até hoje", conta ele.

Roberta posa com a mãe após ensaio  - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Roberta posa com a mãe após ensaio fotogáfico
Imagem: Reprodução/Instagram

Nascida em Santos (SP), Roberta só conseguiu iniciar a carreira acadêmica com a ajuda da mãe, que pagava o curso.

Com o salário de faxineira, Marlene Cordeiro Oliveira concluiu a escola básica na EJA (Educação para Jovens e Adultos) na Escola Barão do Rio Branco, em Santos, também com o apoio da filha ao seu lado.

No meio da graduação, a jovem conseguiu uma bolsa que cobria a maior parte dos custos, mas nem por isso deixou de agradecer à mãe. "Sempre pensei em retribuir tudo por ela de alguma maneira, acho que o que eles [os pais] fizeram por mim, independente da obrigação que eles tinham, foi muito significativo", disse Roberta.

Ao UOL, a estudante assumiu que gostaria de seguir carreira acadêmica, mas que o momento era de aprender coisas novas em culturas diferentes. Em março, porém, ela foi surpreendida com o presente da universidade.

"Estou conhecendo outras culturas voluntariando aqui em Ubatuba, em um espaço agrícola. Eu gostaria muito de continuar na vida acadêmica, pesquisas científicas, essas coisas", relatou.

"Mudou completamente os planos da minha vida. Não esperava essa bolsa, vai me dar mais horizontes, abrir várias portas, e minha mãe também ficou super feliz", completou Roberta.

Cotidiano