PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
15 dias

Homem que se passava por policial usando distintivo de papelão é preso

Homem que se apresentava com distintivo de papelão é preso - Divulgação/Polícia Civil
Homem que se apresentava com distintivo de papelão é preso Imagem: Divulgação/Polícia Civil

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio de Janeiro

21/04/2021 09h38

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu ontem um homem foragido da Justiça que se apresentava como policial civil, usava documentos falsos e um distintivo feito de papelão. Wilton Neves responde a processos na Justiça desde 2010 por uso de documentos falsos, estelionato e apropriação indébita.

Em 2014, ele chegou a ser preso com 16 carteiras falsificadas de policial civil, réplicas de armas, cartões de crédito clonados e cheques falsificados.

Em 2012, ele já havia sido preso em uma agência bancária, após apresentar carteira de trabalho e título de eleitor falsificados. Na ocasião, Wilson também estava em posse de um cartão de crédito furtado com o qual havia conseguido sacar R$ 650.

wilton - Divulgação/Polícia Civil - Divulgação/Polícia Civil
Wilton se apresentava com um distintivo de papelão
Imagem: Divulgação/Polícia Civil

Atualmente, ele era considerado foragido da Justiça e, segundo as investigações, continuava a falsificar documentos.

Ainda de acordo com a polícia, Wilson foi localizado em um hospital na zona norte da cidade, onde recebeu voz de prisão.

Na casa do suspeito foram encontradas réplicas de pistola e de fuzil. Duas aves consideradas raras, e sem autorização ambiental, também foram apreendidas no local - crime que prevê pena de seis meses a um ano de reclusão, além de multa. Além de mais um processo por uso de documento falso, Wilton será indiciado por crime ambiental.

coruja - Divulgação/Polícia Civil - Divulgação/Polícia Civil
Na casa de Wilton Neves foram apreendidas aves exóticas
Imagem: Divulgação/Polícia Civil

Cotidiano