PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Ambulância é usada para gravar clipe no interior de SP e gera investigação

Ambulância durante a gravação da música "Pretexto", interpretada por Gegê Velloso - Reprodução/YouTube/Gegê Velloso
Ambulância durante a gravação da música "Pretexto", interpretada por Gegê Velloso Imagem: Reprodução/YouTube/Gegê Velloso

Colaboração para o UOL, em São Paulo

10/05/2021 13h44Atualizada em 10/05/2021 14h31

Um videoclipe causou polêmica na cidade de Iracemápolis, interior de São Paulo, após utilizar uma ambulância do serviço municipal de saúde da cidade durante as gravações. Segundo a EPTV, afiliada da Rede Globo, a produção do músico Gegê Velloso não recebeu autorização oficial para o uso do veículo e a principal suspeita das autoridades é que um servidor público tenha cedido o carro médico.

As imagens do videoclipe foram ao ar na sexta (7). Em "Pretexto", Gegê narra a paixão de um homem por uma profissional de saúde. Perdido pelos encantos da mulher, ele decide fingir que está com coronavírus para ser atendido por ela.

De acordo com a reportagem, não foi apresentada nenhuma requisição formal para o uso do veículo. Gegê defendeu o motorista de ambulância Márcio Teixeira nas redes sociais. Ele é o principal suspeito de ter concedido o veículo.

"Ele [Márcio] não tem culpa nenhuma. Se ele emprestou a ambulância, é porque ele teve respaldo. E se nós gravamos também é porque fomos autorizados", disse.

"Peço desculpas se a gente desrespeitou, digamos assim, sei que tem muita gente criticando. Eu peço desculpas pra essas pessoas. As pessoas que estão aí hoje, até passando dificuldade pelo momento da pandemia, que pegou o coronavírus. O nosso intuito só foi passar alegria."

O lançamento do videoclipe precedeu o anúncio das 100 mil mortes por coronavírus no estado de São Paulo. A prefeitura está apurando o caso internamente.

Cotidiano