PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
3 meses

Blitze interrompe festa clandestina com 1.500 pessoas em São Paulo

Festa clandestina reunia 1.500 pessoas que, em sua maioria, não utilizava máscaras - Reprodução//Secretaria de Comunicação do Estado de São Paulo
Festa clandestina reunia 1.500 pessoas que, em sua maioria, não utilizava máscaras Imagem: Reprodução//Secretaria de Comunicação do Estado de São Paulo

Do UOL, em São Paulo

18/07/2021 13h24

Uma blitze interrompeu um evento clandestino na madrugada de hoje onde 1.500 pessoas estavam aglomeradas. A festa acontecia em Santo Amaro, bairro da Zona Sul de São Paulo.

Segundo a Força-Tarefa do governo de São Paulo, a maioria dos frequentadores não utilizava máscaras faciais, descumprindo o protocolo de medidas sanitárias contra a covid-19.

Além do evento em Santo Amaro, outra festa foi interditada durante a madrugada na Vila Olímpia, na zona oeste de São Paulo. Uma casa noturna recebeu mais de 350 pessoas descumprindo os protocolos de segurança da pandemia.

Ao todo, 24 estabelecimentos foram inspecionados pela Vigilância Sanitária entre o sábado e a madrugada de hoje, sendo que 9 locais foram autuados.

Campinas

A cidade de Campinas também registrou aglomerações indevidas entre a noite de ontem e a madrugada de hoje.

Os fiscais da operação Aglomeração Zero dispersaram 1.654 pessoas que descumpriam as medidas de segurança contra a covid-19 durante o período do Toque de Recolher da cidade, que acontece entre as 23h e 5h.

Desde o começo da pandemia de Covid-19, o Brasil registrou mais de 541 mil mortes pela doença. Apenas no Estado de São Paulo, foram mais de 134 mil vítimas fatais.

Cotidiano