PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
2 meses

Balão gigante cruza Curitiba, pega fogo no ar e cai em cima de casas; veja

Balão gigante assustou moradores do Boqueirão, em Curitiba, após provocar incêndio em um mercado - Reprodução/Redes sociais
Balão gigante assustou moradores do Boqueirão, em Curitiba, após provocar incêndio em um mercado Imagem: Reprodução/Redes sociais

Do UOL, em São Paulo

26/07/2021 11h58Atualizada em 26/07/2021 14h16

Um balão gigante de cerca de 200 metros, sendo cerca de 50 metros do balão e 150 metros de cauda, começou a pegar fogo ainda no ar e assustou os moradores de Curitiba, na tarde de ontem (25).

O artefato cruzou a cidade e caiu por volta das 11 horas. Um pequeno incêndio teve início, mas foi rapidamente controlado. Ninguém ficou ferido, mas o sobrado onde funciona o mercado teve danos materiais.

Antes de cair, o balão já estava sendo acompanhado por policiais militares do 20º Batalhão de Polícia Militar (20º BPM). De acordo com o tenente Carlos Eduardo Jorge Zeck, as equipes visualizaram o balão inicialmente no bairro Juvevê.

"O artefato caiu na rua O Brasil para Cristo, próximo a uma empresa, uma casa e uma indústria de papel e impressora, próximo a várias residências e comércios. Começou a pegar fogo ainda no ar, antes de cair, e acionamos o Corpo de Bombeiros, que conseguiu apagar rapidamente. Ele começou a se consumir e danificar os telhados e fachadas das casas", disse ele.

O balão foi apreendido e entregue na Sede do Batalhão de Polícia Ambiental-Força Verde (BPAmb-FV), em São José dos Pinhais, para averiguações. Um boletim de ocorrência foi registrado para investigar quem soltou o balão.

Soltar balão é crime previsto na Lei de Crimes Ambientais (Lei nº 9.605/98), Art. 42, a qual proíbe a "fabricação, venda, transporte ou soltura de balões que possam provocar incêndios nas florestas e demais formas de vegetação, em áreas urbanas ou qualquer tipo de assentamento humano", sob pena de detenção de um a três anos ou multa, ou ambas as penas cumulativamente.

Cotidiano