PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Pesquisadores avistam 120 baleias-franca em SC, com mães e filhotes; veja

Projeto que monitora a espécie sobrevoou a costa para contar os avistamentos - Reprodução/Rede Globo
Projeto que monitora a espécie sobrevoou a costa para contar os avistamentos Imagem: Reprodução/Rede Globo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/09/2021 10h27Atualizada em 08/09/2021 10h27

A cada três anos, o final de inverno atrai uma grande quantidade de baleias à costa de Santa Catarina e do Rio Grade do Sul, onde as fêmeas da espécie franca encontram águas na condição ideal para sua reprodução. Neste ano, pesquisadores do Projeto ProFRANCA, do Instituto Australis, realizaram sobrevoos para o monitoramento da espécie e avistaram 120 baleias, sendo elas 60 mães com seus respectivos filhotes.

O Projeto ProFRANCA estima que, além das avistadas, outras 490 fêmeas migraram para a reprodução neste ano, segundo informou ao "Jornal Hoje", da TV Globo. A espécie está ameaçada de extinção, mas apresenta um crescimento de 5% ao ano.

A Antártida é o habitat das baleias, que são atraídas para a reprodução na costa sul do Brasil por conta da temperatura das águas. Como a reprodução ocorre de maneira cíclica, a cada três anos o maior baleal é registrado. Em 2018, por exemplo, 273 baleias foram avistadas pelos pesquisadores, o número é recorde.

Baleia 'velha conhecida' dos pesquisadores, ao lado de seu 7º filhote no Brasil - Reprodução/Rede Globo - Reprodução/Rede Globo
Baleia 'velha conhecida' dos pesquisadores, ao lado de seu 7º filhote no Brasil
Imagem: Reprodução/Rede Globo

Entre as fêmeas avistadas, uma é conhecida pelos pesquisadores desde 1988 e teve seu sétimo filho nas águas brasileiras. Embora ela pertença ao maior baleal, todos os anos outros grupos de baleias-franca vêm ao Brasil em setembro para a reprodução. No ano passado, 43 delas foram avistadas

Cotidiano