PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
15 dias

Peixeiro imobiliza jacaré de quase 2 m sozinho, e pose 'tranquila' viraliza

Tatiana Campbell

Colaboração para o UOL, no Rio de Janeiro

30/09/2021 13h05Atualizada em 30/09/2021 15h34

O peixeiro Roberto Pereira da Silva, de 50 anos, saía de casa para mais um dia de trabalho, ontem pela manhã, no bairro de Trindade, em São Gonçalo (RJ). Mas, ao entrar no carro, ouviu um barulho que parecia vir da parte de baixo do veículo. Ao olhar pela janela, havia um jacaré de aproximadamente 2 metros de comprimento.

Em vídeos que circularam pelas redes sociais é possível ver o animal andando pela rua Barbacena e tentando entrar em uma das casas. Em outra imagem, Roberto já aparece imobilizando o réptil com o peso do próprio corpo. Mais que domar o bicho, a pose tranquila do peixeiro chamou a atenção, apesar do espanto com toda a situação.

Eu me assustei, levei um susto. Ele tentou entrar na casa de um vizinho. Aí eu peguei um pano para colocar na cabeça dele, para não correr o risco dele atacar alguém e também de ninguém fazer mal a ele

jacaré - Reprodução de vídeo/Arquivo Pessoal - Reprodução de vídeo/Arquivo Pessoal
Roberto sentou sobre o jacaré e aguardou a chegada dos bombeiros
Imagem: Reprodução de vídeo/Arquivo Pessoal

O peixeiro contou ao UOL que sentiu medo, mas que, no calor do momento, sentiu que precisava fazer algo para controlar a situação. "Eu peguei um cobertor, tentei jogar na cabeça dele. Ele tentou me atacar. Na terceira tentativa, eu joguei, ele parou, e eu sentei em cima dele. Como eu tenho quase 120 kg segurei e fiquei ali", afirma Roberto.

De acordo com o peixeiro, toda a situação durou cerca de 30 minutos.

Ligamos para o Corpo de Bombeiros, expliquei a situação, pedi para alguém ir logo, porque precisava trabalhar. Até eles se assustaram com o tamanho do jacaré

Vale ressaltar que não é recomendado que pessoas sem experiência profissional façam como Roberto. O Corpo de Bombeiros indica que a pessoa se afaste do animal e ligue para o 193.

Para Roberto, a atitude arriscada parecia necessária, para que o jacaré não atacasse nenhuma criança.

Com medo eu fiquei, mas às vezes o medo faz a gente tomar atitudes necessárias e ali eu achava que era. Não machucou ninguém, e ninguém fez mal pro bicho

Os Bombeiros informaram que conduziram o animal até a Área de Proteção Ambiental de Guapimirim. Segundo os pesquisadores da instituição, o jacaré mede 1,70 de comprimento e apresenta bom estado de saúde. Ele foi reinserido hoje pela manhã no habitat natural.

Roberto diz que é a primeira vez que viu um jacaré no local, e imagina que o bicho tenha surgido de um canal próximo à sua casa.

Cotidiano