PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
2 meses

Garoupa-gigante rouba tubarão de pescadores; ação foi registrada em vídeo

Pescadores retiravam tubarão da água quando ele foi engolido por peixe maior - Reprodução/ PEN News
Pescadores retiravam tubarão da água quando ele foi engolido por peixe maior Imagem: Reprodução/ PEN News

Colaboração para o UOL, em São Paulo

30/09/2021 00h45Atualizada em 30/09/2021 09h27

Uma história de pescador inusitada foi registrada na costa de Goodland, na Flórida, Estados Unidos. Um grupo de pescadores havia acabado de fisgar um tubarão-de-focinho-negro (Carcharhinus acronotus), de cerca de um metro de comprimento, quando uma garoupa-gigante (Epinephelus lanceolatus) apareceu para roubar o peixe e engoli-lo de uma só vez.

A situação inesperada foi registrada em vídeo e ganhou os noticiários internacionais esta semana. O registro já foi visualizado mais de 1,2 milhão de vezes.

Em entrevista à agência de notícias PEN News, o capitão da embarcação, John Brossard, relatou que, enquanto ele e os amigos tentavam retirar o tubarão da água, perceberam a aproximação de grandes "sombras".

"Estávamos pescando tubarões, quando duas ou três garoupas gigantes se aproximaram do barco, esperando a chegada do peixe que havíamos capturado. Estávamos pensando 'uau, inacreditável'! De repente, ela engoliu o bicho e quebrou a linha que o segurava", relatou o capitão.

A pesca do tubarão-de-focinho-negro, ou tubarão de nariz preto, não é considerada ilegal. A espécie ainda não é considerada em risco de extinção e pode ser encontrada na costa leste das Américas, do Uruguai aos Estados Unidos. De pequeno porte, é um animal que atinge apenas 1,3 metro de comprimento.

Brossard disse ainda que a garoupa-gigante pesava em torno de 230 kg, enquanto a linha que usavam durante a pescaria suportava pouco mais de 10% dessa estimativa. A espécie, considerada vulnerável pela lista da IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza), normalmente habita mares de 10 a 150 metros de profundidade e chega a atingir 2 metros de comprimento e 500 kg, na fase adulta.

Apesar da surpresa, o capitão afirmou que o local em que estavam pescando é suscetível a esse tipo de ocorrência e que a área é considerada perigosa.

"Existem tubarões, crocodilos, cobras pítons, golfinhos e peixes-boi, tudo em um só local. É o único lugar no mundo em que todas essas criaturas estão juntas. Já vimos crocodilos comendo tubarões e agora um tubarão sendo devorado por peixes maiores", completou.

Internacional