PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Polícia investiga se cirurgião foi morto por quadrilha de roubo de carros

Claudio Marsili, 64, estacionava o carro, um Hilux cinza, na Rua Fernando Mattos, quando foi abordado pelos bandidos que estavam em um Renault Sandero de cor preta - Reprodução/Instagram
Claudio Marsili, 64, estacionava o carro, um Hilux cinza, na Rua Fernando Mattos, quando foi abordado pelos bandidos que estavam em um Renault Sandero de cor preta Imagem: Reprodução/Instagram

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio de Janeiro

20/10/2021 10h02

A Polícia Civil do Rio investiga se integrantes de uma quadrilha especializada em roubo de carros de luxo são os responsáveis pela morte do cirurgião plástico Claudio Marsili, 64, assassinado na manhã de ontem durante um assalto na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio. O carro da vítima era de 2017 e pode valer mais de R$ 140 mil. O veículo foi recuperado ontem à tarde na Tijuca, na zona norte do Rio.

Segundo a polícia, o grupo investigado está estabelecido no morro do Turano, no mesmo bairro onde o carro usado pelos assaltantes foi encontrado. O Renault Sandero, de cor preta e com placa clonada, também foi localizado horas após o crime, no alto da comunidade. Um suspeito foi preso na região e foi identificado como Thiago Barbosa dos Santos. Com ele, foi encontrada a mochila com os pertences do cirurgião como caneta e carimbo médico. O suspeito tem 13 anotações criminais.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a mesma quadrilha pode estar por trás do sequestro relâmpago da filha do médico, Mila Marsili, no dia 1º de setembro. Mila, o marido e a filha recém-nascida do casal estavam em um Mini Cooper quando foram surpreendidos por três homens armados que invadiram o veículo e dirigiram com a família até a Linha Amarela — via expressa que liga as zonas oeste e norte da cidade. Os três foram deixados na praça do pedágio da via.

procurado - Divulgação - Divulgação
O grupo que é monitorado pela Polícia Civil é chefiado por Thiago Fernandes Virtuoso, 35, conhecido como Tio Comel
Imagem: Divulgação

O grupo monitorado pela Polícia Civil é chefiado por Thiago Fernandes Virtuoso, 35, conhecido como Tio Comel, de acordo com a corporação. O traficante do morro do Turano é apontado como um dos maiores ladrões de carro em bairros nobres do Rio de Janeiro, como o Jardim Botânico, Gávea, Lagoa, na zona sul, e Barra da Tijuca, na zona oeste. Ele estaria à frente da operação, que revenderia cerca de 100 carros clonados por ano.

De acordo com a polícia, os carros roubados passam por adulteração: modificação da placa, do chassi e da numeração do motor e em seguida são vendidos por valores muito abaixo do mercado — a maioria das vezes para receptadores.

O Portal dos Procurados divulgou cartaz com imagem de Tio Comel, com recompensa de R$ 1 mil por informações que levem à sua prisão.

Cirurgião vai ser enterrado hoje

A família de Claudio Marsili comunicou pelas redes sociais que o velório do cirurgião plástico está sendo realizado na manhã de hoje no Memorial do Carmo, na zona norte do Rio. O médico foi morto ontem, a tiros, na Avenida Fernando Mattos, após estacionar o carro próximo à clínica Vitée, da qual é sócio.

Testemunhas relataram à polícia, que Marsili não reagiu ao assalto e foi baleado mesmo após entregar o veículo, levado pelos assaltantes. O local do crime fica a 550 metros da Delegacia de Homicídios da Capital.

Em transmissão ao vivo nas redes sociais, ontem, o filho Italo Marsili descreveu o último momento do pai e da mãe juntos."E hoje (ontem) ele falou pra ela: 'Tchau gata, daqui a pouco eu volto'. Deram uns beijinhos ... Não é que ele não voltou? Para um certo lugar ele não voltou e fica um certo buraco no coração da gente", contou, se dizendo com o coração rasgado.

Ele contou ainda durante a transmissão que o pai e a mãe foram casados por 48 anos. Descreveu o médico como uma pessoa alegre, feliz e que gostava de praia, mergulho e esportes.

Italo Marsili chegou a ser cotado para assumir o Ministério da Saúde, após a saída de Nelson Teich da pasta. Italo tem 1,4 milhão de seguidores no Instagram.

Cotidiano