PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Suspeito de voar irregularmente foge da Anac decolando com helicóptero

Helicóptero foi suspenso em outubro deste ano - Divulgação/ANAC
Helicóptero foi suspenso em outubro deste ano Imagem: Divulgação/ANAC

Do UOL, em São Paulo

25/11/2021 12h54

Um piloto fugiu em um helicóptero em Caldas Novas (GO) ao identificar a chegada de agentes da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) para uma abordagem. Ele se preparava para embarcar um grupo de passageiros no domingo (21), quando a equipe chegou acompanhada de policiais militares. O helicóptero, alvo de investigação pelo órgão, está suspenso por atividades irregulares.

Segundo a ANAC, a aeronave foi suspensa em outubro deste ano por 180 dias após a realização de voos panorâmicos sem autorização. Mesmo com a aeronave suspensa, as equipes da agência identificaram que ainda havia operações com o veículo na região de Caldas Novas, que é um município turístico conhecido pelas suas águas termais.

Os voos panorâmicos eram comercializados, sem autorização, por uma média de R$ 150 por pessoa, segundo a TV Anhanguera, afiliada da Globo na região. A empresa afirmou à TV que a não tinha conhecimento que a aeronave estava impedida para voo e negou que o piloto tenha fugido da abordagem. O nome do piloto não foi divulgado.

O fiscal da operação e servidor da ANAC, Pedro Sarkis, afirma que a atividade pode colocar em risco a segurança dos passageiros "O transporte aéreo irregular é um risco para os contratantes e para os moradores da região do voo. As aeronaves que realizam operações sem cumprir regras devem ser evitadas e denunciadas", explicou.

O piloto receberá suspensão cautelar das habilitações e a ANAC abrirá novo processo contra a empresa registrada como operadora da aeronave. O descumprimento das regras poderá ocasionar punições administrativas e de operação aos envolvidos.

Cotidiano