PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Avião que desapareceu em Paraty não tinha autorização para táxi aéreo

Do UOL, em São Paulo

25/11/2021 09h46Atualizada em 25/11/2021 15h09

O avião que desapareceu entre Ubatuba (SP) e Paraty (RJ) na noite de ontem não tinha autorização para fazer táxi aéreo, segundo o RAB (Registro Aeronáutico Brasileiro). O veículo é do modelo PA-34-220T e pertence ao copiloto, José Porfírio de Brito Júnior.

Apesar da autorização para táxi aéreo negada, o registro da aeronave aponta que ela está liberada para fazer voos noturnos privados e está com documentação regular.

De acordo com informações preliminares, a aeronave desapareceu por volta das 21h e o Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 23h45 para atender a ocorrência. Os bombeiros do Rio de Janeiro e de São Paulo participam do resgate.

Segundo a corporação, parentes do piloto entraram em contato, avisando que o veículo enfrentava problemas. Há a suspeita de que o avião teria realizado um pouso de emergência nas águas. No entanto, as equipes ainda estão em buscas para localizar os ocupantes e esclarecer o desaparecimento.

Na manhã de hoje, a Força Aérea Brasileira informou em nota ao UOL que localizou por volta das 6h45 destroços que podem ser da aeronave desaparecida. "A localização foi repassada aos órgãos de busca marítima e os voos continuam", diz comunicado.

Cotidiano