PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Suspeito de colecionar pornografia infantil é preso com máscaras de terror

Quarto da casa do suspeito preso no RJ tinha imagens de pornografia infantil, desenhos de cruzes na parede e máscaras de filmes de terror - Polícia Civil do Rio de Janeiro/Divulgação
Quarto da casa do suspeito preso no RJ tinha imagens de pornografia infantil, desenhos de cruzes na parede e máscaras de filmes de terror Imagem: Polícia Civil do Rio de Janeiro/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

01/12/2021 14h40

Um homem de 35 anos acusado de colecionar pornografia infantil foi preso ontem em Cabo Frio, na região dos Lagos do Rio de Janeiro, pela Polícia Civil. Na casa do suspeito, na Praia do Siqueira, foram encontradas máscaras e "diversos materiais que lembravam rituais satânicos", segundo os agentes. O nome de uma vítima estava escrito na parede de um dos cômodos.

O mandado de busca e apreensão foi expedido pela Justiça do estado de Santa Catarina e cumprido por policiais civis da 126ª DP. O homem é investigado pela DPCAMI/PCSC (Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso de Santa Catarina) pelos crimes de perseguição, ameaça, injúria e por possuir imagens de cunho pornográfico envolvendo crianças e adolescentes.

De acordo com as investigações da Polícia Civil de Santa Catarina, o suspeito perseguia uma adolescente de 14 anos, residente em Laguna, por redes sociais.

Foram apreendidas imagens de pornografia infantil e dois cadernos contendo senhas de acesso a sites com conteúdos do gênero. Nas fotos da casa do suspeito divulgadas pela polícia, é possível ler palavras como "terror", "mato ela" e o nome da vítima escritos em uma das paredes, além de desenhos de cruzes, cova e estrelas. Também foram encontradas várias máscaras usadas em filmes de terror.

Fotos de pornografia infantil apreendidas no RJ - Polícia Civil do Rio de Janeiro/Divulgação - Polícia Civil do Rio de Janeiro/Divulgação
Fotos de pornografia infantil também foram apreendidas na casa do acusado de perseguir uma adolescente de Santa Catarina
Imagem: Polícia Civil do Rio de Janeiro/Divulgação

No imóvel foram apreendidos ainda um notebook, quatro pendrives, um telefone celular, diversas fotografias de pornografia infantil e dois cadernos de anotações, além de fotografias da vítima catarinense.

Todo o material apreendido foi levado para a delegacia, e o homem foi conduzido à Unidade de Polícia Judiciária (UPJ) da cidade.

Cotidiano