PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
4 meses

Defesa Civil de MG emitiu alerta para 'cabeça d'água' em Capitólio; entenda

Aviso emitido pelo Inmet de perigo grande (vermelho), perigo (laranja) e perigo potencial (amarelo) continua valendo - Inmet
Aviso emitido pelo Inmet de perigo grande (vermelho), perigo (laranja) e perigo potencial (amarelo) continua valendo Imagem: Inmet

João José Oliveira

Do UOL, em São Paulo

08/01/2022 16h04Atualizada em 09/01/2022 08h49

Resumo da notícia

  • Aviso de "grande perigo" desde ontem continua valendo para Minas Gerais
  • Há ainda alertas para regiões de outros estados e Distrito Federal
  • Entenda as diferenças entre tromba d'água e cabeça d'água

A Defesa Civil de Minas Gerais emitiu um alerta, na manhã deste sábado (8), para a "possibilidade de ocorrência de cabeça d'água" nos municípios de Capitólio, São João Batista da Glória e São José da Barra. Horas depois, uma rocha despencou em um cânion em Capitólio e atingiu embarcações com turistas que estavam no local.

Segundo a meteorologista Josélia Pegorim, da Climatempo, as fortes chuvas que atingem Minas Gerais podem ter relação com o acidente na cidade turística. Em entrevista à CNN, ela destacou que é preciso manter a atenção mesmo depois das chuvas fortes, pois o efeito do acúmulo de água pode ocorrer dias depois e até em áreas diferentes —como deslizamentos de terra.

Pegorim destacou as diferenças entre os eventos relacionados às chuvas intensas, que têm sido citados nos últimos dias. De acordo com ela:

  • Cabeça d'água é o fenômeno caracterizado pela elevação rápida e repentina do volume de um rio ou riacho, provocada por quedas de chuvas nas regiões de cabeceiras ou áreas mais elevadas ao longo do leito do rio. Por isso, pode varrer uma região mais ampla, chegando a lugares onde o céu está limpo. É considerado um fenômeno mais perigoso para as pessoas que estão em lugares como rios e riachos.
  • Tromba d'água é como um funil de água caindo em uma mesma área. É um fenômeno relacionado a nuvens do tipo cumuliforme. E, portanto, que atinge uma região mais específica.

Pegorim sugere que os turistas que planejam viagens de férias para a região revejam os planos por alguns dias —já que a previsão é de mais chuvas.

O estado é atingido por temporais desde o fim do ano passado — mais de 120 municípios estão em situação de emergência. Hoje, mais cedo, um dique transbordou e interrompeu o trânsito na BR-040, em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Em Capitólio, até as 21h30, os bombeiros de Minas Gerais confirmaram sete mortes decorrentes do desabamento. Mais de 30 pessoas foram atendidas em hospitais da região.

Previsão de mais chuvas

Meteorologistas alertam para a previsão de mais chuvas nas regiões Sudeste, Nordeste, Centro Oeste e Norte do país.

Aviso emitido ontem (7) pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) — e que continua valendo por todo este sábado (8) — indica alerta de "grande perigo" para uma grande parte do estado de Minas Gerais, que inclui a região metropolitana de Belo Horizonte. Na região de Capitólio, a situação é de "perigo".

O alerta de "grande perigo" vale ainda para Espírito Santo e norte do Rio de Janeiro. Há ainda alerta de "perigo" para regiões em outros seis estados — Bahia, Goiás, Tocantins, Piauí, Pará e Mato Grosso —, além do Distrito Federal.

Segundo meteorologistas do Inmet, as chuvas fortes são provocadas pela atuação da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS). Esse fenômeno tem como característica a persistência de uma faixa de nuvens que fica praticamente estacionada provocando muita chuva sobre as mesmas áreas por, pelo menos, quatro dias consecutivos.

"Os modelos numéricos de previsão indicam volume significativo iguais ou superiores a 100 milímetros por dia para localidades isoladas do Noroeste, Oeste, Metropolitana de Belo Horizonte, Rio Doce e Zona da Mata Mineira", diz o Inmet.

De acordo com o instituto, a previsão é de atuação da ZCAS até a noite deste sábado, mas a tendência é de persistência das chuvas nas mesmas regiões até pelo menos a próxima segunda-feira (10).

Sequência de imagens da tragédia em Capitólio (MG), neste sábado - Reprodução/Arte UOL - Reprodução/Arte UOL
Sequência de imagens da tragédia em Capitólio (MG), neste sábado
Imagem: Reprodução/Arte UOL

Mapa - acidente Capitólio - Arte UOL - Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Cotidiano