PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Cozinheiro é suspeito de matar empresário e filho após discussão no RS

Franceli Stefani

Colaboração para o UOL, em Porto Alegre

29/06/2022 10h20

O empresário Nelson Joel de Oliveira Ferreira, 61, e o filho, Anderson Guedes Ferreira, 36, foram mortos a tiros no início da noite da ontem em Triunfo, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

O principal suspeito do crime, de acordo com a Polícia Civil, é cozinheiro na empresa de vans da família. O nome dele não foi informado e, segundo a delegada Sandra Mara Guaglianoni, ele ainda não foi localizado.

O duplo homicídio ocorreu após um desentendimento entre um colaborador da empresa de vans e ônibus mantida pela vítima nas proximidades do Polo Petroquímico, no município que fica a 80 km da capital.

Há uma força tarefa montada no município e arredores na busca pelo suspeito.

"De forma preliminar, temos que as mortes tenham acontecido porque o empresário, supostamente, teria sido ríspido com a esposa de Nelson, que também trabalhava para a família", afirmou Sandra, ao UOL.

Pela apuração inicial, a esposa do cozinheiro teria se queixado sobre a forma com que foi tratada. Foi quando, então, o marido procurou o proprietário da empresa para cobrar satisfações.

Houve uma discussão e, como estava armado, ameaçou e efetuou os disparos contra pai e filho. Ambos foram levados ao hospital de Montenegro, no Vale do Caí, mas não resistiram aos ferimentos.

O investigado, que ainda não se apresentou na Delegacia de Polícia, usava tornozeleira eletrônica, que foi rompida durante a fuga. A Vara Judicial da Comarca de Triunfo expediu hoje um mandado de prisão preventiva contra ele.

O investigado, que ainda não se apresentou na Delegacia de Polícia, usava tornozeleira eletrônica, que foi rompida durante a fuga.

Cotidiano