PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Fêmea de tubarão ameaçado por pesca predatória é capturada e morta no CE

Colaboração para o UOL

05/08/2022 19h53

Uma fêmea de tubarão-tigre com três metros de comprimento foi capturada ontem (4) por pescadores na Lagoa da Volta, um "curral de pesca" localizado na cidade de Acaraú, no litoral do Ceará. Apesar de não ser uma espécie considerada em risco de extinção, o tubarão-tigre está na lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza.

O momento em que o animal é colocado nesta carroceria de uma camionete foi flagrado em vídeo e se espalhou pelas redes sociais. A captura do tubarão-tigre não é proibida no Brasil, mas a espécie está ameaçada devido à pesca predatória.

Um tubarão-tigre, quando adulto, tem em média seis metros de comprimento, mas pode atingir até nove metros. Ele pertence à família dos Carcharhinidae, de águas tropicais e subtropicais. Apesar de, nas imagens, a fêmea estar com a barriga inchada, como se se estivesse grávida, seria impossível confirmar sua gravidez sem um exame mais detalhado, pois há outros fatores que podem ter provocado o inchaço.

"O tubarão tigre atinge a maturidade sexual quanto chega aos 2,5 metros de comprimento. Com base nas imagens, podemos sugerir que se trata de uma fêmea já madura sexualmente, assim apta a se reproduzir, contudo, a ausência de imagens mais detalhadas, principalmente uma avaliação do corpo do animal torna inconclusivo a possibilidade de afirmar que ela esteja prenha", afirmou o biólogo Tiago Leite, coordenador técnico do Instituto Profauna.

Depois de capturada, a fêmea de tubarão-tigre foi pendurada em uma árvore, onde permaneceu em exposição - Reprodução/Redes Sociais - Reprodução/Redes Sociais
Depois de capturada, a fêmea de tubarão-tigre foi pendurada em uma árvore, onde permaneceu em exposição
Imagem: Reprodução/Redes Sociais

Geralmente a gestação dura entre entre 14 e 16 meses, contudo este tempo pode variar de acordo com a disponibilidade de recursos ambientais favoráveis. Cada espécime pode ter de 10 a 80 filhotes por ninhada, contudo o mais comum é que nasçam entre 30 e 50.

De acordo com Tiago, a captura de qualquer indivíduo em período de reprodução pode promover uma forte pressão e ameaça para a espécie, já que este momento é um dos mais importantes na vida dos animais, no sentido de promover sua reposição populacional.

"A partir do momento que é retirada uma fêmea adulta e prenha de uma determinada população, a geração seguinte pode ser gravemente comprometida, colocando em risco toda a relação de equilíbrio ecológico de um determinado ambiente".

tuba - Reprodução/Whatsapp - Reprodução/Whatsapp
Imagem: Reprodução/Whatsapp

'Sopa de barbatana de tubarão'

O tubarão é muito apreciado no Nordeste por conta da sua carne, que é vendida nos mercados como carne de cação. Mas seu valor comercial não é alto. Em média, o quilo pode ser encontrado por R$ 28.

Já as nadadeiras (chamadas de barbatanas popularmente) são muito disputadas, consideradas uma iguaria na culinária chinesa e japonesa, sendo vendidas em sites online e chegando a custar R$ 400 cada.

"As nadadeiras são sim aproveitadas para o comércio, geralmente negociado com o mercado asiático que apreciam essas partes para a produção de sopas que julgam ser afrodisíacas, chamadas popularmente de 'sopa de barbatana de tubarão'", explica o biólogo.

O UOL entrou em contato com a Secretaria de Pesca e Agricultura do Estado do Ceará, para saber se o governo mantém algum programa de observação, monitoramento ou conservação de tubarões, mas até o momento o órgão não respondeu aos questionamentos.

Cotidiano