Topo

Conteúdo publicado há
8 meses

SP: Cabeleireira é encontrada morta em apartamento e com pernas amarradas

Lindsey Rodrigues, 40, foi encontrada morta e com sinais de asfixia em seu apartamento no litoral paulista - Reprodução/Facebook/Polícia Civil
Lindsey Rodrigues, 40, foi encontrada morta e com sinais de asfixia em seu apartamento no litoral paulista Imagem: Reprodução/Facebook/Polícia Civil

Colaboração para o UOL

28/06/2023 10h38Atualizada em 28/06/2023 10h42

Uma cabeleireira de 40 anos foi encontrada pela família morta em seu apartamento, no bairro Oásis, em Itanhaém, litoral de São Paulo. Ela estava com as pernas amarradas e a cabeça coberta por cobertores.

O que aconteceu

Lindsey Rodrigues foi encontrada pelos familiares na segunda-feira, três dias depois de fazer o último contato com eles.

O corpo da vítima estava no chão, com as pernas amarradas com um cadarço de tênis e a cabeça coberta por cobertores.

A Polícia Civil suspeita que ela tenha sido asfixiada, por conta de múltiplos ferimentos encontrados na região do pescoço.

Os investigadores também suspeitam de que ela tenha travado uma luta corporal antes de morrer. No apartamento, os agentes encontraram vestígios de sangue.

O caso foi registrado como homicídio e está sendo investigado pela Delegacia Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Itanhaém. A polícia solicitou perícia no local e o corpo da cabeleireira foi levado ao IML para necrópsia, segundo informou a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. O autor do crime ainda não foi identificado.