Conteúdo publicado há 11 meses

SP: Por falhas em linhas 8 e 9 de trem, ViaMobilidade pagará R$ 150 milhões

A empresa ViaMobilidade, responsável pelas linhas 8 e 9 de trem em São Paulo, assinou um termo de ajuste de conduta e pagará R$ 150 milhões em indenização por danos materiais e morais coletivos.

O que aconteceu:

Os R$ 150 milhões de indenização serão repartidos: R$ 97 milhões vão para o estado de São Paulo e outros R$ 3 milhões ao Fundo de Interesses Difusos, da Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania de São Paulo.

R$ 50 milhões deverão ser destinos para a construção de seis escolas ou centros educacionais nos municípios atendidos pelas linhas de trem, como São Paulo, Osasco, Carapicuíba, Barueri, Itapevi e Jandira.

A ViaMobilidade se comprometeu a fazer ajustes, como realizar obras, de valor aproximado de R$ 519 milhões, para melhorar os fluxos de passageiros.

As obras incluirão uma ampliação no mezanino e interligação de plataformas da estação Barra Funda, com três novas escadas rolantes. O semelhante deverá ocorrer na estação Presidente Altino, enquanto a Autódromo Interlagos será contemplada com maior cobertura externa.

Dentre as obras, também está a construção de um centro esportivo nas imediações da estação Grajaú.

Em março, ao menos dois trens dessas linhas descarrilaram. Em janeiro, uma falha técnica na rede elétrica causou um incêndio.

Deixe seu comentário

Só para assinantes