Conteúdo publicado há 4 meses

Controladores de voo prometem paralisação a partir de segunda-feira

Trabalhadores que controlam o tráfego aéreo em diversos aeroportos do país entrarão em greve a partir da próxima segunda-feira (9).

O que aconteceu

Os controladores de tráfego aéreo ligados à empresa estatal NAV Brasil aprovaram no último dia 3 uma greve por tempo indeterminado.

O cronograma de greve indica que os trabalhadores irão paralisar suas atividades por uma hora entre 7h e 8h da manhã, horário de Brasília, durante os primeiros sete dias de greve. Na semana seguinte a paralisação está prevista para o mesmo horário durante a manhã e por uma hora adicional entre 18h e 19h.

A greve deve causar atrasos e cancelamentos, além de pousos em aeroporto diferente do que era previsto inicialmente.

Ao todo, 23 aeroportos podem ser afetados pela paralisação, incluindo o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, e o Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

As principais demandas dos trabalhadores são recomposição salarial, melhorias nas condições do auxílio à saúde, valorização da carreira e realização de concursos para todas as áreas administrativas e operacionais.

Segundo comunicado do SNTPV (Sindicato Nacional dos Trabalhadores na Proteção ao Voo), foram tentados outros meios de negociação durante seis meses. O sindicato afirma que as tentativas incluíram mediação junto ao MPT (Ministério Público do Trabalho) e à PGT (Procuradoria Geral do Trabalho).

Procurada pelo UOL, a NAV Brasil informou que a segurança das operações será preservada. A empresa também afirmou que "vem mantendo o diálogo aberto, e que tem se empenhado na busca da valorização de seus empregados". A NAV disse ainda que atua em conjunto com os demais órgãos do setor para minimizar os impactos à sociedade.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes