Conteúdo publicado há 7 meses

Mulher furta loja, xinga segurança de 'macaco' e é presa em Niterói

Uma mulher de 45 anos foi presa hoje em Niterói (RJ) após xingar um homem negro de "macaco". Ao ser abordada, ela admitiu que tinha furtado a loja onde o homem trabalhava e também ofendeu os policiais.

O que aconteceu

Em um vídeo publicado nas redes sociais, é possível ver o momento em que a mulher chama o homem de "macaco" diversas vezes. Ele fala ao celular e parece estar acionando a polícia.

"Toda vez que eu sou constrangida, é um crioulo, ou uma crioula", diz a mulher. Ela também afirma não se importar que filmem a cena. "Deixa ele filmar, eu já estou acostumada a ser filmada. Filma, amigo."

O homem ofendido é segurança de um estabelecimento comercial furtado pela mulher, afirmou o governo do Rio de Janeiro, em nota.

"Na presença dos policiais, a acusada confessou o furto e proferiu insultos raciais direcionados ao segurança da loja, chamando-o de 'macaco'", afirma o governo.

Ao ter a prisão anunciada, a mulher ofendeu os policiais, continua o comunicado.

Ela foi autuada em flagrante pelos crimes de furto, injúria racial e desacato e levada para a 76ª DP (Niterói). Segundo a polícia, a mulher já tem antecedentes criminais por lesão corporal, furto e desacato.

O UOL não conseguiu confirmar a identidade da mulher para localizar sua defesa. O espaço segue aberto, e a reportagem será atualizada caso haja retorno.

Deixe seu comentário

Só para assinantes