Conteúdo publicado há 5 meses

Temporal em SP deixa sem luz 47 escolas do Enem; Enel mobiliza geradores

O número de escolas que estão sem luz na cidade após o temporal que atingiu o estado de São Paulo, na tarde de ontem (3), caiu para 47. As informações foram atualizadas pela prefeitura na noite deste sábado (4). Anteriormente, eram 84 escolas sem energia.

O que aconteceu

As escolas que sofreram com a falta de energia elétrica terão aplicação do Enem amanhã (5), diz a Enel — ao todo, são 308 instituições de ensino na cidade. Mais de 3,9 milhões de pessoas se inscreveram para o exame em todo o Brasil, que é considerado a principal porta para o ensino superior no país.

Temos um diagnóstico claro de que 84 escolas tiveram algum problema de fornecimento de energia elétrica. Elas estão sendo priorizadas para receberem reestabelecimento. Estamos mobilizando grupos de geradores para atender eventualmente algum caso"
Vincenzo Ruotolo, responsável pela área de Infraestrutura e redes da Enel Brasil

Ruotolo disse que as escolas estarão em pleno funcionamento amanhã. O representante da Enel participou de uma coletiva de imprensa com o prefeito da cidade, Ricardo Nunes (MDB).

Nunes afirmou que a Enel vai arcar com gastos de geradores nas instituições de ensino. Segundo o prefeito, a capital paulista não registrava casos de ventos com velocidade acima de 104 km/h desde 1995. "Evidentemente, as mudanças climáticas têm colocado grandes desafios", disse.

Procurado, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), responsável pelo Enem, afirmou que monitora a situação climática em todo o país. "As coordenações estaduais, municipais e de locais de prova estão mobilizadas para tomas as providências necessárias a fim de garantir a aplicação neste domingo", diz nota.

O edital do Enem prevê a reaplicação das provas para participantes que tenham algum problema logístico causado por desastres naturais na aplicação regular"
Inep

A reaplicação do Enem está marcada para os dias 12 e 13 de dezembro. Se o candidato não conseguir fazer a prova devido às situações mencionadas acima, ele terá de requerer entre os dias 13 e 17 de novembro a reaplicação da prova. O pedido será analisado pelo Inep.

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, afirmou que haverá fornecimento de energia elétrica nos locais de realização do Enem em São Paulo. A pasta diz que as concessionárias deverão alocar geradores para garantir que haja luz nos locais de prova onde a energia elétrica não for restabelecida pelo sistema de distribuição.

Continua após a publicidade

Reestabelecimento está previsto para 3ª

A Enel prevê a normalização dos serviços até a próxima terça-feira (7). "Nossa melhor previsão é atender a maioria das ocorrências até terça-feira. Pode permanecer algum caso pontual depois, mas isso é o que podemos pensar como horizonte realista", afirmou Ruotolo.

De acordo com a Enel, cerca de 2 milhões dos 8 milhões de clientes da empresa no estado paulista foram atingidos pelos efeitos da tempestade de sexta-feira. Seis pessoas morreram em decorrência das chuvas.

Bairros estão sem energia e a interrupção do fornecimento de internet, telefonia e até água passa de 24 horas em algumas regiões.

Deixe seu comentário

Só para assinantes