Conteúdo publicado há 5 meses

Homens morrem em ação do Bope em comunidade do Recife; PMs são investigados

Dois suspeitos morreram durante uma ação do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) na noite da segunda-feira (20), no Recife. A PM informou que será apurado se houve quebra dos protocolos policiais.

O que aconteceu

Câmeras de segurança registraram a operação policial.

As imagens mostram PMs armados arrombando o portão de uma casa, localizada na comunidade do Detran, no bairro da Iputinga, na zona oeste da cidade, por volta das 19h30. Segundo a corporação, havia uma denúncia de tráfico de drogas na comunidade.

O vídeo mostra ainda os agentes removendo um corpo enrolado em um lençol branco e levando-o ao camburão.

A Polícia Militar de Pernambuco informou que houve confronto dos suspeitos com a equipe do Bope. Segundo a PM, foram apreendidos com os homens 527 gramas e mais 28 pequenas porções de maconha, 150 pedras de crack, uma balança de precisão, dois revólveres calibre .38 e 12 munições, sendo nove deflagradas.

Moradores da região disseram à TV Guararapes que não houve resistência dos suspeitos e que eles teriam se rendido.

Os dois homens, com 28 e 31 anos, foram identificados como Rhaldney Fernandes da Silva Caluete e Bruno Henrique Vicente da Silva. Eles são suspeitos de tráfico de drogas.

Eles foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento da Caxangá, mas não resistiram aos ferimentos. Após a confirmação da morte, moradores da comunidade protestaram e incendiaram um ônibus às margens da na BR-101.

Conduta de policiais será investigada

Bruno Henrique Vicente da Silva e Rhaldney Fernandes da Silva Caluete
Bruno Henrique Vicente da Silva e Rhaldney Fernandes da Silva Caluete Imagem: Reprodução/Facebook
Continua após a publicidade

Os policiais envolvidos na operação estão sendo ouvidos pela Diretoria de Polícia Judiciária Militar, disse a corporação.

Após os depoimentos, a PM esclareceu que será apurado se houve quebra dos protocolos policiais, para que se possa definir responsabilidades na operação.

Nove policiais estão envolvidos na ocorrência. Cinco ficaram do lado de fora e quatro entraram na casa.

Os policiais se apresentaram ao DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa) e mostraram o material que teria sido apreendido na residência.

Os agentes estavam a caminho para um chamado no bairro de Casa Amarela, na zona norte da cidade, quando desviaram a rota após uma denúncia de tráfico de drogas, de acordo com o diretor-adjunto de Planejamento Operacional da PM, coronel Fred Saraiva.

O caso foi registrado pela Polícia Civil como ocorrência de entorpecentes (tráfico), tentativa de homicídio e homicídio decorrente de intervenção policial.

Deixe seu comentário

Só para assinantes