Conteúdo publicado há 2 meses

Vídeo mostra homem sendo baleado por PM no litoral de São Paulo

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que um policial militar atira duas vezes contra um homem durante uma discussão em São Vicente, no litoral de São Paulo.

O que aconteceu

As imagens mostram que o agente atira, inicialmente, na perna do homem. O caso ocorreu nesta sexta-feira (9), no Parque Bitaru. No vídeo, é possível ver que há um pequeno tumulto durante a abordagem policial.

O vídeo mostra que o baleado fica mancando após primeiro disparo, mas não se afasta. O mesmo policial empurra um idoso no chão. Em seguida, a discussão continua. As imagens feitas pela população mostram que diversos moradores se reúnem ao redor de um grupo de policiais militares.

O PM tenta segurar o baleado pelo braço, mas ele empurra o agente e dá um soco nele. O policial, então, atira pela segunda vez homem que está, aparentemente, desarmado. Não há informações sobre o motivo da abordagem policial.

O baleado é funcionário do município e ocupa o cargo de coordenador na Secretaria de Serviços Públicos. A informação foi repassada pela prefeitura de São Vicente.

Ele foi socorrido pelo Samu e deu entrada na unidade de saúde estável e consciente. A Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Saúde, informou que ao chegarem ao local, os profissionais de saúde encontraram uma vítima do sexo masculino, com ferimentos por arma de fogo na região torácica e no membro inferior esquerdo. "Após os primeiros atendimentos, a vítima foi encaminhada para o Hospital do Vicentino, para avaliação médica, onde deu entrada na unidade, estável e consciente".

O deputado estadual Eduardo Suplicy (PT) publicou o vídeo nas redes sociais e cobrou do governo de São Paulo mais preparo da polícia. "É um bom exemplo do que venho alertando sobre a Operação Escudo do governador Tarcísio e secretário de segurança pública Guilherme Derrite. É preciso que os policiais sejam preparados para conter a criminalidade sem colocar em risco a vida dos moradores e dos próprios policiais. Esse despreparo e truculência tem custado a vida de pessoas inocentes. Inadmissível", escreveu.

A SSP (Secretaria da Segurança Pública) de São Paulo informou que será instaurado um inquérito policial militar para apurar o fato. De acordo com a SSP, a PM foi acionada via 190 para uma ocorrência no local. "Durante a abordagem um homem investiu contra os policiais, que intervieram", diz nota. "A referida ocorrência não tem relação com a operação de combate ao crime organizado que está em curso na Baixada Santista", esclareceu a secretaria.

Deixe seu comentário

Só para assinantes