Conteúdo publicado há 1 mês

Operação Verão: número de mortes sobe para 32 no litoral de São Paulo

Um homem de 31 anos foi morto por policiais militares que faziam patrulhamento na noite de quarta-feira (21) no Jardim Rio Negro, em São Vicente, na Baixada Santista. O número de mortes na Operação Verão subiu para 32.

O que aconteceu

Corporação alega que homem era suspeito e atirou contra a equipe. Os disparos teriam ocorrido quando os agentes iam abordar o suspeito, informou a SSP-SP (Secretaria da Segurança Pública de São Paulo).

"Os policiais intervieram" após os disparos, declara a secretaria. O homem, que não teve a identidade divulgada, foi socorrido a um pronto-socorro local, mas não resistiu e morreu.

Polícia diz que apreendeu arma de fogo com o suspeito. Uma quantia de dinheiro, que não foi divulgada, também foi apreendida pelos agentes. O armamento foi encaminhado para a perícia e o caso será investigado.

Em nota, a SSP aponta "confronto" em todas as mortes. "Até o momento, 32 pessoas morreram em confronto com a polícia, entre elas o líder de uma facção criminosa envolvida com o tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro, tribunal do crime e atentado contra agentes públicos", informou a pasta em nota.

SSP-SP diz que Operação Verão já prendeu 732 pessoas, sendo 275 procuradas pela Justiça. Também foram apreendidos 512 quilos de drogas e 86 armas ilegais, incluindo fuzis de uso restrito. Segundo a secretaria, todos os casos são investigados pela Polícia Civil, com acompanhamento do Ministério Público e do Poder Judiciário.

Deixe seu comentário

Só para assinantes