Conteúdo publicado há 2 meses

Jornalista denuncia descaso após esperar mais de 8 h por voo da Latam em SP

O influenciador e jornalista Daniel Braune relatou nas redes sociais não ter conseguido viajar para Madri, na Espanha, mesmo após aguardar por horas pela decolagem dentro de aviões da Latam e na área de embarque do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Ele denunciou o descaso da empresa com os clientes e disse ter perdido importantes trabalhos em razão da situação.

Latam disse lamentar o caso e afirmou ter prestado a assistência necessária aos passageiros.

O que aconteceu

Passageiros embarcaram no avião em Guarulhos às 22h (horário de Brasília), com previsão de decolagem às 23h de sábado (6). Segundo o jornalista, à 1h deste domingo (7), os passageiros tiveram que descer porque a aeronave precisava de reparo e foram para outro avião no aeroporto, onde ficaram até as 4h de hoje. Quase às 6h da manhã todos os clientes desceram novamente do avião e retornaram ao portão de embarque.

Jornalista disse que estava calor no primeiro avião e passageiros passaram mal. Ele também explicou que os funcionários não ofereceram água aos clientes e houve desencontro de informações, fazendo com que os clientes levantassem e depois voltassem para os seus lugares e colocassem as malas novamente nos devidos espaços.

Empregados da Latam foram extremamente "arrogantes" com os passageiros durante a confusão, declarou o jornalista. O homem explicou que só conseguiu um copo de água após "berrar" com os funcionários e nenhum alimento foi fornecido mesmo após horas de espera.

Conteúdo sobre futebol. Braune faz vídeos de futebol e viajava para acompanhar a liga da UEFA (União das Federações Europeias de Futebol). A expectativa era chegar hoje e poder gravar vídeos também sobre os campeonatos do Brasil em andamento.

Primeiro vídeo do caso divulgado pelo influenciador ultrapassou 1,6 milhão de visualizações no TikTok. Braune fez registro às 3h30 após afirmar que o piloto teria dito que o horário de trabalho dele e dos comissários se excedeu e não poderiam seguir viagem. "Eles [funcionários] basicamente disseram saíam do avião, voltem para o aeroporto e se virem", afirmou, acrescentando que não foi prestado apoio aos clientes lesados. Ele viajava para Madrid para realizar um trabalho sobre a Liga dos Campeões da UEFA.

Eu estou perdendo a viagem mais importante da minha vida, em termos de trabalho. Eu vou tomar um prejuízo enorme neste domingo pelos vídeos e conteúdos de trabalho, dos campeonatos aqui do Brasil, que eu não vou poder executar por conta de todo esse transtorno físico e mental que a gente está passando. É absolutamente surreal, um dos mais absurdos que vi na minha vida. Hoje eu acordei absolutamente feliz porque ia fazer a viagem dos meus sonhos e neste momento eu só quero voltar para a minha casa e não fazer mais nada.
Daniel Braune, em vídeo

Às 12h deste domingo, Braune comentou que estava acordado por mais de 24h. Ele disse que a empresa com quem ele faz o trabalho comprou novas passagens para que pudesse viajar o quanto antes. Apesar disso, ele informou que não poderia assistir e gravar os conteúdos das finais dos campeonatos estaduais, o que provocou um "prejuízo financeiro enorme" para os seus canais.

Continua após a publicidade

O que diz a Latam

Latam diz que primeiro avião precisou ser trocado devido a questões técnicas. A empresa também informou que os passageiros precisaram ser reacomodados em outra aeronave, mas "em cumprimento ao limite de horas de trabalho da tripulação, foi necessário realizar o cancelamento do voo".

Ao UOL, a companhia disse que os passageiros receberam assistência necessária, como hospedagem e alimentação. Segundo a empresa, os clientes serão reacomodados em um voo especial de Guarulhos para Madri, com previsão de decolar às 23h deste domingo.

"A Latam lamenta a situação e reforça que adota todas as medidas de segurança técnicas e operacionais para garantir uma viagem segura para todos", finalizou a empresa.

Deixe seu comentário

Só para assinantes