Conteúdo publicado há 1 mês

Anac investigará influenciadora que fez 'chuva' de dinheiro em helicóptero

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) disse que investigará o caso da influenciadora que jogou dinheiro pela janela de um helicóptero e fez ''chover'' em uma praia de Balneário Camboriú (SC).

O que aconteceu

A Anac abriu um processo para apuração do episódio. A informação foi confirmada ao UOL nesta terça-feira (23). A agência informou que avaliará as medidas cabíveis caso necessário.

A operação com lançamento de objetos precisa de aprovação prévia da Anac e do Comando da Aeronáutica. A autorização também deve ser solicitada à prefeitura e possíveis órgãos envolvidos. A agência explica que o arremesso implica riscos devido aos objetos e ao manuseio do helicóptero.

Operações sem autorização estão sujeitas a penalidades previstas em lei. A penalização pode estar relacionada à condução de aeronave sem licença, acrobacias ou voos baixos, e exposição da vida ou saúde de outrem a perigo direto ou iminente.

O que diz a influenciadora

A assessoria da influenciadora Bel Ponciano disse que contratou a empresa Voe BC para a operação. Todo o plano de voo teria sido feito pela contratada, que já faz ações no município. O UOL tentou contato com a empresa, mas ainda não houve retorno. O espaço segue aberto para manifestação.

O piloto teria dito que não haveria problemas por ''se tratar de dinheiro e não de produto que iria poluir o meio ambiente''. ''Em uma reunião, eles nos passaram que não infringia nenhuma lei da Anac. O nosso jurídico também olhou as leis e viu que não havia nada'', contou a assessoria da influenciadora.

Deixe seu comentário

Só para assinantes