Conteúdo publicado há 2 meses

'Vai continuar se agravando', diz Eduardo Leite sobre situação no RS

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), divulgou um vídeo em redes sociais neste domingo (12) com um novo alerta à população do estado sobre o risco de enchentes.

O que aconteceu

Leite afirmou que a situação "vai continuar se agravando". "As cidades (em risco) são aquelas que já foram afetadas nos últimos dias, mas essa água vai atingir de novo altos níveis", acrescentou.

O governador disse ainda que é "preciso renovar o alerta e dar a gravidade da situação que a gente vivencia". "Infelizmente, essa chuva que acontece desde ontem, perdura hoje e vai seguir na segunda-feira eleva os níveis dos rios Caí, Taquari e dos Sinos para além da cota de inundação em muitas cidades".

Leite também ressaltou que a situação deve se agravar novamente na capital. "(A água) vai vir também pelo rio Jacuí até Porto Alegre e vai fazer com o que o Guaíba suba possivelmente acima dos níveis que vimos em momentos anteriores. Insisto: não é hora de voltar para casa".

Por fim, o governador também reforçou que é preciso evitar áreas de morro porque o solo está encharcado, com riscos de deslizamento principalmente na Serra Gaúcha e na região dos vales.

RS se prepara para repetição de tragédia

Como as chuvas não param, os gaúchos se preparam para uma repetição da tragédia. Ruas de Lajeado que estavam secas estão inundadas outra vez. O trabalho de limpeza que moradores haviam começado se mostrou inútil porque a parte da cidade que eles moram foi tomada pela água novamente.

Em Caxias do Sul, um servidor público morreu soterrado. Luciano Henrique Santos Lacava, 49, estava trabalhando quando um deslizamento varreu o prédio da Companhia de Desenvolvimento da cidade.

Nas últimas 24 horas choveu de forma intensa. Foram 120 milímetros de precipitação na serra e região metropolitana de Porto Alegre.

Continua após a publicidade

Segundo a Climatempo, a previsão é que a chuva só dê trégua na Grande Porto Alegre a partir da noite de amanhã. O tempo deve permanecer firme então até quarta (15), mas com possibilidade de recorde de frio no ano, com mínima de 8º C.

Deixe seu comentário

Só para assinantes