Conteúdo publicado há 18 dias

Homem joga pedras após briga, quase atinge mulher e criança e é preso; veja

Um homem de 27 anos jogou pedras em direção a um restaurante na tarde de ontem, em Brasília, após uma briga. Imagens obtidas pelo UOL mostram que um dos envolvidos chutou o homem, que revidou com pedradas e foi preso pela Polícia Militar.

O que aconteceu

Confusão começou na rua. Um vídeo mostra um dos homens, ao lado da mulher, no canteiro central de uma via na região do Sudoeste. Ele caminha em direção ao homem, de 27 anos, e o chuta. Em seguida, os três atravessam as vias.

Pedra quase atingiu mulher e criança. Em outra imagem, é possível ver que um dos envolvidos na brigou passa por um restaurante. Do lado de fora, o homem atira uma pedra que bate em uma parede e cai perto de uma mulher e uma criança pequena —a mulher levanta rapidamente e tira a criança da cadeira. As duas estavam sentadas em uma mesa, no local.

Homem estava com três pedras pontiagudas de concreto, diz PM-DF. Em nota, o 7º Batalhão da Polícia Militar do Distrito Federal informou que foi acionado por volta de meio-dia. Segundo a corporação, o agressor estava transtornado e perseguia outra pessoa após um desentendimento.

Homem resistiu para entrar na viatura e cuspiu no rosto de um dos policiais durante a abordagem. Ainda segundo a PM, dentro do veículo, ele "tentou se autolesionar, batendo intencionalmente a cabeça contra os gradis, enquanto gritava slogans de ódio contra a polícia e o sistema judicial", informou a polícia.

Ele foi preso, suspeito de cometer seis crimes. A PM afirmou que, na delegacia, o homem foi preso por desacato, resistência, desobediência e injúria real contra a equipe policial, além de ameaça e tentativa de homicídio contra a vítima. Ele ficará à disposição da Justiça para passar por audiência de custódia.

A PM afirma que o homem tem um histórico criminal por diversos delitos. Segundo a polícia, estão inclusos ameaças, porte ilegal de arma de fogo, tentativa de roubo e posse de drogas.

A mulher do homem atacado com pedras passou mal e foi atendida em um hospital na Asa Sul da capital. O marido, com um rasgo na camisa e um inchaço no lado esquerdo do rosto, foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para avaliação dos ferimentos.

Deixe seu comentário

Só para assinantes